Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 31 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Para Azambuja reajuste menor é vitória com ressalvas

3 Abr 2007 - 16h50

Depois de participar em Brasília de uma reunião com a Aneel, para tratar do reajuste proposto pela Enersul as contas de luz dos sulmatogrossenses, o presidente da Assembléia, Deputado Jerson Domingos (PMDB), retornou a capital nesta manhã e classificou como uma vitória a autorização de reajuste ter chegado a 3,46% apenas.

 

Segundo o deputado Reinaldo Azambuja, líder do PSDB na AL, “O Presidente foi a Brasília levar a nossa indignação contra este percentual de 21,62% que foi pedido pela Enersul, mostrando que nós não concordamos e que isso seria um absurdo, já que nós temos uma das maiores tarifas do País...” observou.

 

 

 “Nossa ação foi rápida e eficaz... podemos sim, classificar o aumento de pouco mais de 3% como uma vitória, já que evitamos um reajuste muito maior.. Porém ainda temos muito o que discutir com relação aos valores cobrados pela Enersul em nosso Estado!” finalizou Azambuja.

 

 

 

 

Fátima News / Kelly Venturini

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial, veja como
BONITO - MS - RESERVAS ANTECIPADAS
Em Bonito (MS), mergulho com cilindro no Rio Formoso, reserva antecipada até 50% de desconto, VEJA
600TÃO NA CONTA
Aniversariantes de janeiro podem transferir e sacar 2ª parcela dos R$ 600 neste sábado
FRIO, AR SECO E COVID-19
Frio, ar seco e covid-19, 'vassourinhas' do sistema respiratório ficam preguiçosas com o frio
ESCALADA DE ENTERROS
Brasil aproxima de 26 mil mortes por covid 19
ESTUPRO
Homem é preso em flagrante tentando estuprar mulher desacordada
AUXILIO EMERGENCIAL
A 2ª parcela do auxílio de R$ 600 foi cancelada? Saiba como resolver o problema
CORONAVIRUS NO BRASIL
Covid-19: Brasil passa dos 400 mil casos confirmados e 25 mil mortes
MORTES CONTINUAM
Brasil é o 2º país no mundo com infectados com o coronavirus
FRAUDE
URGENTE! 160 mil possíveis FRAUDES no auxílio emergencial de R$600