Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 16 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Pagamento a servidores inativos será em outubro

21 Ago 2004 - 10h09
O governo estima que vai devolver cerca de R$ 15 milhões da contribuição dos servidores inativos como resultado da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O pagamento será feito numa única parcela no mês de outubro. A informação é do diretor de programas da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Vladimir Nepomuceno. Os valores se referem as cobranças feitas nos meses de junho, julho e agosto.

O governo espera restituir em outubro os valores referentes ao recolhimento de 11% que vinha sendo feita nos benefícios de aposentados e pensionistas que recebiam menos que R$ 2.508.72. "Vamos trabalhar para que tudo aconteça na folha de setembro. Mas nós precisamos da publicação do acórdão do STF no Diário Oficial da União. Porque só a partir daí começa a contar o prazo. Então, podemos começar a processar a folha", disse.

Nepomuceno salientou ainda que a legislação não permite o parcelamento do débito. Pelos cálculos preliminares, o governo deverá receber também, na mesma folha e em parcela única, a restituição de R$ 60 milhões dos inativos que entraram na justiça para não pagar a contribuição. Esse é o caso de 44.960 pessoas que recebem acima do piso estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que, amparado em ações judiciais, não pagavam os 11%.

Um total de 118.236 inativos deixam de contribuir após a decisão do STF de ampliar o valor mínimo dos R$ 1.505,23 para R$ 2.508,72. O total de contribuintes caiu de 245.271 contabilizados anteriormente, para 127.035. Com isso, a previsão de arrecadação anual com a contribuição cai de R$ 875,6 milhões para R$ 810,8 milhões, uma perda aproximada de R$ 65 milhões.

De acordo com o diretor de programas, os números divulgados até agora pela imprensa são imprecisos, porque não levam em conta diversas variáveis. "Há uma série de conflito de informações e números que a gente não trabalha. Estamos trabalhando a checagem dos números e aqueles que estão sendo divulgados, o Ministério entende como passivos de análise, porque não consideram uma série de questões".
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições