Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Pacientes de Dourados recorrem a quimioterapia em Campo Grande

20 Nov 2009 - 09h02
Pacientes que fazem tratamento de câncer estão precisando recorrer a Campo Grande para realizar a quimioterapia, um dos métodos utilizados para combater a doença. Isto porque o equipamento para radioterapia utilizado em Dourados está quebrado. Segundo a ACCGD (Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados), um novo equipamento já foi adquirido, mas ainda não foi entregue ao Centro Oncológico de Dourados, entidade responsável pelo tratamento no município. O primeiro piso do Hospital do Câncer – que fará tratamento de radio e quimioterapia – deverá ser inaugurado dentro de um mês.

A ausência da máquina de radioterapia em Dourados foi confirmada ontem pela presidente da ACCGD, Virgínia Magrini. Ela não soube estimar desde quando a máquina está quebrada, mas confirmou que o problema obriga os pacientes a se deslocarem até Campo Grande para fazer o tratamento.

“O problema é que o paciente sofre muito na estrada. A quimioterapia é bastante agressiva e o paciente às vezes fica todo queimado, bem debilitado”, explica.

Com o tratamento em outro município – no caso dos pacientes de Dourados, a 220 quilômetros de distância –, os pacientes precisam arrumar alojamento ou então se deslocar até a capital todos os dias. “É muito cansativo e o paciente precisa ficar se deslocando”, reclamou.

Segundo ela, uma nova máquina para radioterapia já foi adquirida pelo Centro Oncológico, mas ainda não teria sido entregue. O Diário MS tentou, por várias vezes, sem sucesso, entrar em contato com a administração do Centro Oncológico para coletar mais informações. Na última ligação, a administradora disse estar em uma reunião e prometeu retornar a ligação, o que não aconteceu.

Uma atendente do hospital apenas informou que o tratamento de quimioterapia continua sendo feito normalmente, já que a medicação é injetável, aplicada sem a necessidade de equipamentos.

HOSPITAL DO CÂNCER

O problema do deslocamento de pacientes em tratamento de câncer pode ser resolvido a partir da inauguração do Hospital do Câncer, onde será concentrado todo o tratamento de pacientes de Dourados e região – incluindo especialidades como pediatria e odontologia.

Segundo Virgínia Magrini, a previsão é que o primeiro e segundo pisos estejam prontos até 20 de dezembro, com inauguração imediata. Nesta primeira etapa, já irão funcionar os consultórios (inclusive odontológicos), arquivo e serviço de quimioterapia. Ainda não serão feitas internações.

A previsão é que o restante da obra seja concluído até março de 2010. Segundo a AACGD, até agora a entidade não recebeu qualquer tipo de apoio ou doação da prefeitura de Dourados para a construção do Hospital do Câncer.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias