Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

"Pac-Man" do Google roubou 5 mi de horas de trabalho no mundo

25 Mai 2010 - 13h00Por Terra

A equipe responsável pelo RescueTime, software que permite que empresas e pessoas físicas monitorem quanto tempo é gasto na internet, fez um cálculo aproximado que revelou que a versão do jogo eletrônico Pac-Man, oferecido na página principal do Google na última sexta-feira, dia 21 de maio de 2010, custou quase 5 milhões de horas trabalhadas em todo o mundo.

Segundo o blog do RescueTime, assim que o jogo surgiu no lugar do costumeiro logo da Google, vários usuários do serviço Twitter começaram a divulgar a novidade.

"Bem, o bastante para a minha manhã", disse um deles. "Logotipo do Google vira Pac-Man e acaba de arruinar nossa produtividade", disse outro.

Tony Wright, fundador da empresa de monitoramento online, afirmou que o tempo médio gasto na página de pesquisa é de quatro minutos e meio por dia, repartido por 22 exibições de página (11 segundos por acesso).

Isso engloba de pesquisas rápidas, onde se clica nos primeiros links do resultado, até quando se usa o site como uma ferramenta de navegação, pesquisando IBM, ao invés de digitar www.ibm.com, por exemplo.

De acordo com o site Geek, a pesquisa feita com um grupo aleatório com cerca de 11 mil usuários comparou então dados de acessos do chamado "Pac-Man Day" com as sextas-feiras anteriores e as diferenças foram notáveis.

O usuário médio passou 36 segundos a mais no Google durante esta sexta-feira. Ainda assim, Wright acredita que "75% das pessoas que viram o logotipo não tinham idéia do que era possível realmente jogá-lo".

Usando a ferramenta Wolfram Alpha, eles verificaram que o site teve 504.703.000 visitantes únicos.

Usando a sua base de dados como parâmetro - o que não se trata da massa de dados que mais condiz com a realidade, porém tem sua relevância - a RescueTime concluiu que o Pac-Man da Google consumiu 4.819.352 horas que poderiam ser usadas para tarefas do dia-a-dia ou em tarefas profissionais.

Quer dizer, o joguinho roubou quase 5 milhões de horas de trabalho.

A média em dias comuns é de 34 mil horas consumidas no site de pesquisa.

Se o valor pago por hora trabalhada de um usuário Google for de US$ 25, os custos com o jogo podem chegar US$ 120.483.800, o que permitiria a contratação de todos os 19.835 funcionários do Google por seis semanas.

Ainda no blog, Wright fez questão de deixar claro que não acha que esses números sejam trágicos. "Usar a internet por lazer é fundamental até para a produtividade dos funcionários. Mas achamos os números interessantes e resolvemos divulgar", disse.

O grupo de empresas Google resolveu manter o jogo permantentemente online no link www.google.com/pacman.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'