Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Orçamento de Dourados para 2010 é de R$ 607,5 milhões

16 Out 2009 - 07h27Por Diário MS

Prefeitura de Dourados para 2010 será de R$ 607,5 milhões, conforme a proposta entregue ontem pelo prefeito Ari Artuzi (PDT) ao presidente da Câmara de Vereadores, Sidlei Alves (DEM). O valor do Orçamento é 41% maior que a proposta orçamentária de 2009, que atingiu o montante de R$ 430,2 milhões.
A peça orçamentária apresentada pelo prefeito, que inclui receita própria e arrecadação de fontes federais e estaduais, prevê incremento de R$ 157,8 milhões para o ano que vem. A proposta estima a receita e fixa as despesas da prefeitura para o próximo ano.
Segundo os dados apresentados por Artuzi, o orçamento de 2010 terá um incremento de R$ 34,9 milhões apenas em recursos próprios. No total, o município deverá gerar receitas de R$ 207, 1 milhões para o ano que vem. Isso representa um aumento de 20% no montante de recursos próprios da prefeitura, se comparado com os R$ 172,1 milhões arrecadados neste ano.
Já em recursos provenientes de convênios e emendas do governo federal e estadual, a peça orçamentária de 2010 prevê o repasse de R$ 196,6 milhões. Este montante representa um incremento de 167%, se comparado com os R$ 73,7 milhões recebidos pela prefeitura do governo federal e estadual neste ano.
Conforme o prefeito de Dourados, dos R$ 607,5 milhões incluídos no Orçamento, R$ 144,1 milhões serão destinados para a saúde, R$ 133 milhões para execução de obras, R$ 79,15 milhões para a educação, R$ 78,2 milhões para habitação, R$ 17,7 milhões para o HU (Hospital Universitário), R$ 31,8 milhões para Serviços Urbanos, R$ 10 milhões para agricultura, indústria e comércio e R$ 3,3 milhões para assistência social.
A proposta orçamentária também prevê R$ 26,6 milhões para o Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Dourados, além do repasse de R$ 11,1 milhões para Câmara e R$ 9,8 milhões para a Guarda Municipal.
“Fizemos um grande esforço para cortar os gastos da prefeitura e conseguir reorganizar as finanças da prefeitura, principalmente para elevar nossa arrecadação própria. Para o ano que vem, teremos um volume de dinheiro bem maior para aplicar em asfalto e construção de casas. Esse aumento também acontece devido ao incremento no repasse dos convênios federais e estaduais, além das emendas apresentadas pela bancada federal”, comentou o prefeito.
Conforme o secretário municipal de Governo, Alziro Moreno, grande parte do incremento orçamentário previsto para o ano que vem se deve aos recursos destinados pelo governo federal para obras de habitação, infraestrutura e saneamento, além da reorganização do aporte de recursos próprios em impostos, como IPTU, ISS e ITR.
“Foi feita uma grande reorganização no modelo administrativo da prefeitura, principalmente na parte de arrecadação. Para o ano que vem, temos a previsão de um aumento considerável nos recursos próprios. Isso tudo aliado aumento no aporte de recursos estaduais e federais para Dourados”, comentou o secretário.
De acordo com Sidlei Alves, a peça orçamentária entregue ontem por Artuzi vai tramitar agora pelas comissões internas da Câmara e precisa ser votada antes do recesso do Legislativo, que começa no dia 20 de dezembro. A peça pode receber emendas e terá que ser aprovada em três votações.

Leia Também

BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG