Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Operação na fronteira destrói duas toneladas de maconha

5 Fev 2010 - 10h19Por Mercosul News

 
Na primeira “Operação Aliança” deste ano, realizada por meio de parceria entre as polícias brasileira e paraguaia com o objetivo de combater o plantio de maconha em território paraguaio, foram apreendidas mais de duas toneladas do entorpecente. Os policiais destruíram cinco acampamentos na zona de Cerro Umbú, próximo da cidade de Capitán Bado, no Paraguai, na última segunda-feira (2). A

 estimativa é de que o prejuízo dos traficantes tenha ficado em torno de 150 mil dólares. No local, além de duas toneladas de maconha picada, foram apreendidos 360 kg de maconha prensada, 70 quilos de semente de maconha, sete prensas, sendo uma delas hidráulica, três macacos hidráulicos e uma espingarda de calibre 22, com 20 cartuchos intactos.

Dois helicópteros paraguaios, diversas viaturas e cerca de 50 policiais, das Forças Especiais Paraguaias e da Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã, foram utilizados na operação. Operações como essa são feitas, em média, com intervalo de três meses, para quebrar o ciclo produtivo da maconha. Em junho do ano passado, foram destruídos 196 hectares da droga, que eram cultivados na fronteira.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19