Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Operação apura grupo por fraude no INSS

30 Jul 2004 - 09h19
Uma suposta quadrilha formada por pelo menos 15 auditores da Previdência Social no Estado do Rio estaria fraudando o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ao computar valores menores para débitos previdenciários de empresas fiscalizadas.
   
   A estimativa inicial, segundo a Superintendência da Polícia Federal no Rio, é que o grupo já causou, no mínimo, prejuízo de R$ 42 milhões nos últimos 12 meses.
   
   Os nomes dos auditores suspeitos e das empresas estão sendo mantidos sob sigilo.
   
   Em ações simultâneas (RJ, MG e RN), força-tarefa formada pela PF, Ministério Público Federal e INSS apreendeu nesta semana documentos de empresas supostamente participantes. Ninguém foi preso. Segundo a delegada Ana Maria Pompilho da Hora, da Deleprev (Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários), um dos integrantes do grupo fraudou 23 ações fiscais. Segundo Hora, o auditor suspeito lançou no sistema do INSS débitos menores do que o devido. Parte da diferença seria embolsada pelos acusados.
   
   O mesmo auditor, diz a delegada, foi responsável pela fiscalização de uma empresa de locação de mão-de-obra na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). A empresa, sob investigação, recusou-se a entregar a documentação contábil ao grupo de refiscalização previdenciária, que apura as fraudes.
   
   Segundo a delegada, as empresas que foram fiscalizadas pelos demais suspeitos de integrarem a quadrilha entregaram normalmente a documentação exigida pelo INSS. Todos os documentos apreendidos até agora estão sendo analisados pelo grupo de refiscalização da Previdência. Ainda não há previsão para a conclusão

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas