Menu
SADER_FULL
quinta, 2 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

ONU quer parceria para melhorar tratamento de usuários

25 Mar 2010 - 07h18Por Agência Brasil
O governo brasileiro recebeu ontem (24) representantes do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A missão internacional tem o objetivo de discutir um programa global conjunto voltado para a promoção do acesso ao tratamento e à assistência integral e humanizada para usuários de álcool e outras drogas.

De acordo com o representante do Escritório Regional do Unodc para o Brasil e Cone Sul, Bo Mathiesen, o debate precisa envolver a atenção integral ao usuário de drogas, por meio do respeito aos direitos humanos.

“Trata-se da ampliação da perspectiva de futuro dessas pessoas, que têm uma doença tratável, mas que, muitas vezes, são marginalizadas. É preciso que governos, organismos internacionais e sociedade civil atuem em conjunto”, afirmou.

Mathiesen destacou desafios a serem considerados no cenário brasileiro, como o fato de o país fazer fronteira com três grandes produtores de cocaína – a Colômbia, o Peru e a Bolívia.

Para o representante do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, José Luiz Telles, a cooperação internacional é fundamental, porque significa a união de esforços em busca de medidas para diminuir, por exemplo, o consumo de crack no país.

“Alcançamos um patamar razoável de assistência à saúde [dos usuários de drogas], mas sempre desejamos mais”, acrescentou.

O representante da Assessoria Internacional do ministério, Eduardo Botelho Barbosa, considera o tema “um verdadeiro desafio civilizatório” e destacou que é preciso ter consciência de que se trata de um problema de saúde pública global.

Ele reconheceu a necessidade de um olhar inovador sobre o cenário das drogas no país e avaliou que é preciso repensar as atuais abordagens.

“Enfatizar o tratamento já é um passo importante, um desdobramento positivo porque representa uma abordagem inovadora”, disse.

“Temos que levar em conta as peculiaridades que existem no Brasil, políticas que o governo já desenvolveu”, completou.


Leia Também

DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça