Menu
SADER_FULL
segunda, 20 de setembro de 2021
Busca
Brasil

ONU e Correios lançam ação contra Aids

9 Fev 2010 - 07h02Por www.onu-brasil.org.br

Nesta terça-feira, dia 9 de fevereiro, o Ministério das Comunicações e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) lançam a campanha “Correios contra a Aids”, como parte de uma ação mundial de prevenção à doença.

A campanha é promovida em parceria com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), o Ministério da Saúde, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a União Postal Universal (UPU) o Sindicato Global dos Trabalhadores Postais (UNI Global Union) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT).

A cerimônia de lançamento será às 10h30, na Agência Central dos Correios, localizada no Setor Bancário Norte, em Brasília. Estão previstas as presenças do ministro das Comunicações, Hélio Costa; do ministro da Saúde, José Gomes Temporão; do presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, do coordenador do UNAIDS no Brasil, Pedro Chequer; da diretora da OIT no Brasil, Laís Abramo; além de dirigentes da UNI Global Union e da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).
O Brasil é um dos sete países piloto da campanha, uma iniciativa global promovida por UNAIDS, UPU, OIT e UNI Global Union, lançada em julho de 2009 e que visa mobilizar a estrutura de mais de 660 mil Agências de Correios de todo o mundo.

Nos sete países participantes da primeira fase (Brasil, Burkina Faso, Camarões, China, Estônia, Mali e Nigéria), as Agências de Correios se tornam pontos estratégicos para a distribuição de material informativo sobre prevenção para a população em geral e para os trabalhadores dos Correios.

Para uma segunda fase, a OIT preparará kits com informações sobre o HIV e aids para os trabalhadores dos Correios.

Na terceira fase, planejada para 2011, a UPU promoverá a distribuição de um selo em alusão aos 30 anos da descoberta do vírus da aids.

No Brasil, o lançamento oficial ocorre estrategicamente na semana que antecede o carnaval. Em uma primeira fase, os materiais da campanha serão distribuídos no Distrito Federal e em regiões prioritárias no Amazonas e na Bahia, estados onde as Agências de Nações Unidas atuam conjuntamente em uma parceria em apoio à resposta à aids.

No entanto, a meta é fazer das mais de 12 mil agências dos Correios de todo o Brasil pontos estratégicos para distribuição de material informativo sobre prevenção às DST e aids.

A estimativa é de que 120 agências dos Correios participem da campanha, que incluirá a oferta de cartões postais com abordagens bem-humoradas de questões relacionadas ao HIV/aids, o envio de cerca de 800 mil mensagens por mala direta postal domiciliária, a distribuição de 15 mil folders e mil cartazes, além de um carimbo comemorativo, lançado junto com a campanha.

O site criado para a campanha (www.correioscontraaids.org.br) apresenta seus elementos de maneira lúdica e interativa, informando sobre os vários aspectos que giram em torno das DST/aids: formas de contágio, prevenção, questões ligadas à discriminação, etc.

O site também traz um jogo de perguntas e respostas que indica se o participante precisa fazer ou não o teste de HIV.

Em razão da abrangência mundial da campanha, o tema da edição de 2010 do Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado anualmente pela UPU, será "Escreva uma carta a alguém para dizer-lhe porque é importante falar da aids e se proteger dela".

O tema foi lançado no dia 9 de outubro de 2009, por ocasião das comemorações do Dia Mundial dos Correios. O concurso é destinado a estudantes de 9 a 15 anos de idade que estejam matriculados em escolas das redes pública e privada de ensino.



Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões