Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

ONU anuncia fundo bilionário para saúde de mulheres e crianças

22 Set 2010 - 12h03Por R7.com / Redação MS Record

O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban Ki-moon, anunciou nesta quarta-feira (22) a criação de um fundo no valor equivalente a R$ 68,7 bilhões (US$ 40 bilhões) para melhorar a saúde das mulheres e das crianças, o que permitirá salvar milhões de vidas no mundo.

Governos, entidades filantrópicas e grupos privados se comprometeram a contribuir para o fundo ao fim da reunião de cúpula das Nações Unidas dedicada à luta contra a pobreza.

- Sabemos o que funciona para salvar a vida de mulheres e crianças e sabemos que as mulheres e as crianças são fundamentais para cumprir as Metas do Milênio para o Desenvolvimento.

O secretário-geral considera ainda que o plano estratégico global para a saúde das mulheres e crianças permitirá salvar 16 milhões de vida até 2015.

A redução da mortalidade durante a gravidez e o parto, assim como das crianças com menos de cinco anos são as duas metas que avançam mais lentamente.

A iniciativa da ONU permitirá evitar 33 milhões de gestações não desejadas e impedir que 740 mil mulheres morram em consequência das complicações relacionadas com a gravidez ou o parto.

Além disso, 120 milhões de crianças estarão protegidas contra a pneumonia, ressalta o comunicado de Ban Ki-moon.

As Nações Unidas afirmam ainda que os gastos destinados à saúde das mulheres e das crianças reduzem a pobreza, estimulam o crescimento econômico e cumprem com um direito fundamental.

Entre os países envolvidos na iniciativa estão Afeganistão, Zâmbia, Austrália, Reino Unido, China, França, Alemanha, Índia, Japão, Rússia e Estados Unidos.

As fundações dos homens mais ricos do mundo, o americano Bill Gates e o mexicano Carlos Slim, a ONG humanitária Anistia Internacional e multinacionais como The Body Shop, LG Electronics e Pfizer estão entre os doadores.

Jens Stoltenberg, primeiro-ministro da Noruega, país que é um dos maiores doadores a projetos desse tipo, comemorou a iniciativa.

- Nunca tantos homens e organizações haviam se reunido para salvar a vida de mulheres e crianças.

Hillary Clinton, secretária de Estado americana, comentou a ação.

- O investimento na saúde das mulheres e das crianças merece encabeçar nossa agenda de desenvolvimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul