Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

OIE enxerga MS em bloco com Paraguai e Bolívia

25 Mar 2010 - 11h02Por MS Notícias

De acordo com Elvio Pattat Cazola, fiscal agropecuário federal do MAPA (Minstério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a OIE (Organização Mundial de Sanidade Animal), considera que Mato Grosso do Sul se encontra em uma região que merece cuidado. “O mundo não enxerga o Estado (MS) como um só, e sim como um bloco composto também pelo Paraguai e Bolívia”, comenta o fiscal. As informações foram passadas durante a Expogrande 2010, no auditório do parque de exposições Laucidio Coelho.

Cazola diz que é preciso ter cautela quando a questão de área livre de vacinação, pois fazemos divisa com outros países. Depois de dois anos do embargo da carne brasileira para a União Européia, em 2008 o país recebe novamente a restituição do reconhecimento de zona livre de Febre Aftosa. Porém, devido a localização Mato Grosso do Sul recebe o estatus concedido pela OIE apenas dois meses depois, e assim consegue exportar carne para o Chile e Reino Unido.

Segundo o representante federal para receber a declaração de área livre pela Organização Mundial, foi preciso que o Brasil ficasse 24 meses sem foco e 12 meses sem evidências de infecção. A manutenção de um programa de vacinação foi outra exigência estabelecida, além de medidas para prevenção e controle e registro de ocorrência.

Para o futuro os desafios são a ampliação de zona livre para as regiões norte e nordeste, o fortalecimento de estruturas de defesas, assim como o fortalecimento das ações conjuntas em áreas limítrofes. Outros passos são vigilância e prevenção, uniformização dos procedimentos, manuais de treinamentos e registros.

“O crescimento do agronegócio, a globalização e o aumento do risco, doenças com forte impacto no comércio, interesse dos competidores, garantias aos importadores, segurança ao consumidor, estrututara e recurso do setor público e instabilidade econômica são outros pontos que devemos trabalhar. Tudo é exigido porque precisamos mostrar transparência e ganhar credibilidade. O tempo do jeitinho acabou”, revela Élvio.

Leia Também

BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG