Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de junho de 2021
Busca
Brasil

Oficiais da PM ambiental de todo país fazem curso no Pantanal

6 Nov 2009 - 17h45Por TV Morena

Quarenta oficiais de todas as corporações militares ambientais do Brasil, incluindo estados e o Distrito Federal, iniciaram na tarde desta sexta-feira a nona edição do Curso de Estratégias para a Conservação da Natureza, que será realizado no Pantanal de Corumbá durante dez dias. A capacitação será realizada a bordo do barco-hotel Kalypso, que zarpou às 15h de hoje rio Paraguai acima.

O curso é uma parceria da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) com a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e o Instituto Homem Pantaneiro (IHP), organização não-governamental com sede em Corumbá, e habilita os oficiais para a Força Nacional de Segurança Ambiental. O foco é a educação ambiental discutindo a evolução do homem e seus conflitos com o planeta.

A estratégia de combate e preservação da natureza envolvendo as comunidades, com ênfase na educação ambiental e menos repressão, foi da então Polícia Florestal de Mato Grosso do Sul, nos anos 90, depois de quase uma década de conflitos armados com contrabandistas de pele de jacaré no Pantanal. O idealizador do curso é o coronel Ângelo Rabelo, ex-comandante da Polícia Ambiental de MS.

Palestras e visitas

Renomados profissionais da área ambiental, entre consultores, biólogos e pesquisadores, estarão proferindo palestras durante o curso, entre eles Miguel Milano, ex-Fundação O Boticário. Os oficiais terão atividades práticas, com visitas a algumas unidades de conservação, como a reserva da MMX, na Serra do Amolar, e o Parque Nacional do Pantanal, na divisa de Poconé (MT) e Corumbá.

Os militares foram recepcionados em Campo Grande, ontem, pelo comandante-geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, e na abertura do curso, no início da tarde desta sexta-feira, no barco, estiveram presentes os comandantes do 6º Batalhão da PM e da PMA em Corumbá, coronel Nelson Antônio da Silva e major Waldir Ribeiro Acosta, e a secretaria municipal de Meio Ambiente, Luciene Deová.

Novo contexto

Primeiro palestrante, o coronel Ângelo Rabelo fez uma leitura do que foi a guerrilha no Pantanal, nos anos 80, com troca de tiros diários com os coureiros, e o que representou esse conflito para mudar leis ambientais, até então brandas, e o verdadeiro papel da polícia ambiental na conservação dos recursos naturais. A partir dessa discussão os esforços concentraram-se na educação ambiental.

O Curso de Estratégias para a Conservação da Natureza conta com a parceria do Ministério da Justiça, Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Fundação O Boticário, Agência Nacional de Água (ANA) e Ibama. O encontro também visa a troca de experiências, ações integradas e debates de problemas comuns, como a falta de estrutura das corporações – uma realidade em todos os estados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado