Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de maio de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Odilon de Oliveira nega liberdade a Hyran Garcete

13 Mar 2007 - 09h27
O juiz federal Odilon de Oliveira negou liberdade ao empresário Hyran Georges Delgado Garcete, acusado de integrar uma quadrilha especializada no contrabando de cigarros. Garcete está preso desde o dia 11 de outubro de 2005, durante operação da Polícia Federal denominada Bola de Fogo e foi denunciado em processo com outras 30 pessoas.

René Siufi, advogado de Garcete, entrou com pedido de revogação de prisão antes da suspensão do processo, deferida no dia 5 de março pelo Tribunal Regional Federal (TRF) 3ª Região. Siufi alegou que não havia motivos para a manutenção da prisão, já que Garcete era o único ainda detido e que a maior parte das testemunhas foi ouvida, sem prejuízo às investigações. O juiz negou o pedido no dia 8 de março.

Siufi diz que aguarda ainda o julgamento de recursos de revogação de prisão no TRF 3ª Região e no Supremo Tribunal Federal. Hyran Garcete, familiares e outras pessoas acusadas de participar do esquema de contrabando foram presos durante a operação “Bola de Fogo”, desencadeada pela Polícia Federal no dia 11 de outubro do ano passado. Garcete e as outras 30 pessoas envolvidas no caso são acusadas de cometer crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, falsificação de papéis públicos, falsidade ideológica, contrabando e crimes contra a administração pública e o sistema financeiro.

A polícia não tem uma estimativa do valor fraudado pela quadrilha e o prejuízo causado ao Fisco, mas somente em apreensões realizadas nos dois últimos anos, a PF apreendeu 23 mil caixas de cigarros pertencentes ao grupo, avaliadas em aproximadamente R$ 13 milhões.

 

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2020?
Talvez seja inevitável adiar eleições municipais, diz Barroso
BRASIL 22.165 MORTES
Covid 19: Brasil tem mais de 22 mortes e 341 mil casos
FEMINICÍDIO
Homem mata a própria companheira por causa do auxílio emergencial
ESTRAGOS DO MORO
Veja os principais pontos da reunião ministerial que teve gravação divulgada pelo STF
ENEM
Enem 2020 é adiado por causa da Covid
SOB INVESTIGAÇÃO
Delegado diz que namorada viu mensagens no celular atirou nele e se matou
VITIMA DA COVID 19
Edivaldo perdeu o filho de 26 anos: 'Falaram que em 15 dias ele já estaria recuperado'
3º EM NUMERO DE CASOS
Brasil passa de 19 mil mortes e 296 mil casos de coronavirus; veja por Estado
Qual estratégia de negócios é a melhor?
Qual estratégia de negócios é a melhor?
600TÃO DA CAIXA
Caixa paga hoje novos lotes de R$ 600; veja quem recebe