Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Brasil

Obina marca três gols, Palmeiras faz 4 a 0 e mantém a liderança

30 Out 2009 - 07h05Por Uol

Nervosismo, apoio incondicional da torcida e um show particular de Obina. O líder do Campeonato Brasileiro está de volta. Com um futebol vistoso e de muita raça, o Palmeiras afastou a pressão ao golear o Goiás por 4 a 0, com três gols do centroavante e outro de Deyvid Sacconi. A vitória no Parque Antarctica cheio e em festa fez a equipe alviverde se recuperar das três derrotas consecutivas e manter a liderança do Nacional.

"A dedicação da nossa equipe prevaleceu. Mostramos a força de nosso grupo. Foi uma noite maravilhosa para toda a equipe. Acho que não estava jogando bem nas últimas partidas e não dormia legal porque sabia que podia render mais. Recebi muitas críticas, mas isso só serviu para que eu crescesse", celebrou o heroi alviverde Obina, que não marcava há 68 dias.

O triunfo deixou o Palmeiras com 57 pontos, dois a mais que o vice-líder São Paulo, que estava na frente da tabela provisoriamente. Equipe que mais ficou na ponta do Brasileiro de 2009, o time alviverde fica na posição pela 18ª rodada consecutiva e afasta a pressão que rondava o clube.

O Palmeiras foi para o duelo pressionado pela sequência de quatro jogos sem vitórias e com um prenúncio de crise rondando o Parque Antarctica, que obrigou a equipe a se "refugiar" em Atibaia para mudar de clima. O retiro deu certo, e nesta quinta-feira o time mostrou uma cara nova diante da pressão e soube controlar a partida com grande atuação.

O Goiás, por sua vez, perdeu a chance de voltar a se aproximar do G-4. O clube esmeraldino chegou à sexta partida sem vitórias e manteve os 47 pontos, na oitava colocação. "Infelizmente, o time caiu muito nas últimas partidas. É uma pena. Temos elenco para lutar pelas primeiras colocações. Não sei explicar o que aconteceu", lamentou Iarley.

Assim como prometeu o técnico Muricy Ramalho, o Palmeiras começou a partida com um esquema defensivo, formado por três zagueiros e dois volantes. Mas ainda assim viu o Goiás quase abrir o placar com apenas cinco minutos de jogo.

Motivado pelos fortes gritos da torcida, o time alviverde melhorou de produção aos poucos e começou a se aproximar da meta de Harlei com jogadas pelas laterais. Enquanto isso, a defesa seguiu com problemas diante da criação esmeraldina, liderada por Léo Lima e Iarley.

Apesar da chances, nenhum dos times fez o suficiente para mudar o placar até o intervalo. Porém, ambos os lados saíram satisfeitos. "Estamos bem. Está tudo tranquilo, pois sabíamos da dificuldade do Goiás", afirmou o goleiro Marcos. "Criamos muitas chances e se continuarmos vamos marcar", destacou o rival Júlio César.

Os anfitriões ensaiaram uma nova pressão no início da etapa final e levaram o estádio abaixo aos 4min. Obina mostrou oportunismo a abriu o placar para renovar a esperança da torcida.

Depois disso, o Palmeiras ainda teve outras oportunidades, mas ao mesmo tempo viu o Goiás se lançar para o ataque. Até que aos 29min, Obina voltou a decidir. O centroavante se aproveitou de pênalti sobre Ortigoza e anotou o segundo com uma cobrança forte no canto.

Agora, a equipe alviverde volta a atenção para o clássico de domingo contra o Corinthians. Depois de desviar o foco do duelo em Presidente Prudente, o Palmeiras finalmente se concentra exclusivamente no arquirrival. Já o Goiás encara o Atlético-MG no mesmo dia, em casa.

PALMEIRAS 4 X 0 GOIÁS

Data: 29/10/2009 (quinta-feira)
Local: estádio Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Auxiliares: Marco Aurélio Pessanha e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos RJ)
Público: 18.070 torcedores
Renda: R$ 722.461,24
Cartões amarelos: Sandro Silva, Armero (PAL); Amaral, Rafael Tolói 2, Valmir Lucas e Fernando (GOI)
Cartão vermelho: Rafael Tolói (GOI)
Gols: Obina, aos 4min, aos 30min e aos 42min; Deyvid Sacconi, aos 38min do segundo tempo

PALMEIRAS
Marcos; Maurício, Danilo e Marcão; Figueroa, Edmílson (Sandro Silva), Souza, Diego Souza e Armero; Ortigoza (Deyvid Sacconi) e Obina (Robert)
Técnico: Muricy Ramalho

GOIÁS
Harlei; Valmir Lucas, Rafael Tolói, Ernando e Júlio César; Amaral (Ramalho), Fernando, Romerito (Douglas) e Léo Lima (Felipe); Iarley e Fernandão
Técnico: Hélio dos Anjos

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade