Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 28 de julho de 2021
Busca
Brasil

NY encontra mais 72 corpos nos escombros de 11 de Setembro

24 Jun 2010 - 15h09Por G1
Autoridades municipais de Nova Iorque afirmaram que uma nova busca nos destroços no local do World Trade Center e nos arredores achou 72 corpos humanos de vítimas dos atentados do 11 de Setembro.

O rastreamento começou em abril, em uma área de 700 metros cúbicos no chamado Marco Zero, e terminou na sexta-feira passada.

Trinta e sete dos corpos estavam sob a West Street, que passava ao lado das Torres Gêmeas. Eles só foram achados agora porque uma obra tornou o local acessível.

A cidade começou as novas buscas por corpos do atentado em 2006, e 1.845 cadáveres foram achados.

As autoridades disseram que muitos corpos estão em bom estado de conservação, o que permitirá que eles sejam submetidos a exames de DNA para que sejam reconhecidos.

Até janeiro de 2010, o instituto médico legal havia recuperado 21.744 restos humanos dos destroços, 12.768 dos quais foram identificados.

No mesmo período, foram identificadas 1.626 vítimas, ou 59% das 2.752 que teriam morrido nos ataques.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos
COVID 19 NO BRASIL
Brasil registra 19,68 milhões de casos de covid-19 e 549,92 mil mortes
Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica