Menu
SADER_FULL
terça, 22 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Nunca houve virada num 2º turno presidencial

8 Out 2010 - 05h49

São minoritários os casos em que um candidato vai para o segundo turno com minoria de votos e acaba ganhando a disputa. Até hoje, esse fato nunca foi registrado em eleições presidenciais.

Nas 70 eleições de governadores nas quais houve segundo turno até hoje (o sistema começou a ser usado em 1990), apenas em 20 (28,6%) ocorreram viradas. Ou seja, só em 3 de cada 10 segundos turnos o candidato que terminou em inferioridade de votos o primeiro turno acabou depois passando a liderar e venceu o pleito.

Neste ano haverá dez segundos turnos: para presidente (será a quarta vez na história), em oito Estados e no Distrito Federal.

No caso da disputa pelo Planalto, Dilma Rousseff (PT) terminou o primeiro turno com 46,9%. José Serra (PSDB) teve 32,6%. A diferença entre ambos foi de 14,3 pontos percentuais.

Em eleições presidenciais, já houve um caso em que a diferença foi menor do que a atual entre os dois concorrentes no segundo turno: em 2006, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficou somente 7 pontos percentuais à frente de Geraldo Alckmin (PSDB). Mesmo assim, o petista acabou vencendo.

Analisados os cenários nos Estados, é possível encontrar só um caso de virada no qual a diferença entre os dois concorrentes era maior do que os 14,3 pontos que separam Dilma e Serra.

Esse cenário inusitado teve como palco a disputa pelo governo de Minas Gerais, em 1994. Naquela eleição, Hélio Costa (PMDB) terminou o primeiro turno com 48,3% dos votos. O outro candidato era Eduardo Azeredo (PSDB), com meros 27,2%. Quando os votos foram contados no segundo turno, o peemedebista obteve 41,3% contra 58,6% do tucano.

CURVA

Mas essa virada foi um ponto fora da curva nas histórias de segundos turnos. Em 16 dos 20 casos em que o azarão disparou no final, a diferença entre os dois candidatos no primeiro turno era inferior a 10 pontos percentuais. E em 9 dessas 16 viradas, a distância era abaixo de 5 pontos percentuais.

Em resumo, a inversão de posição entre candidatos existe na história dos segundos turnos. Mas é sempre um acontecimento fora do padrão e mais fácil de acontecer quando os concorrentes terminam bem mais próximos no primeiro turno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões
uma greve foi deflagrada em protesto contra uma proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. CORREIOS
Após 5 dias de greve, os Correios devem retornar por determinação do TST
No Brasil, diversos concursos públicos estão disponíveis. CONCURSOS
CRM-MS abre concurso com salários de até R$ 5 mil
 O empresário Eliel Moreira, seu Claudemir e sua família SOLIDARIEDADE
Amigos se unem e compram carro para catator de reciclagem
Cissa Amaral morreu no local e Sebastião Faria foi socorrido ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre e policial civil fica ferido em acidente de moto
Lucas chegou a ser socorrido, mas morreu neste domingo FORAGIDOS
Jovem sai para buscar cachorro que escapou e é morto com 2 tiros
Os dois estão separados há dois meses e tem dois filhos juntos, os quais estavam morando com a mãe. TRAGÉDIA NA FAMILIA
Motorista da Energisa mata ex-mulher ontem e hoje comete suicídio