Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Número de prisões aumenta e cai criminalidade em Ponta Porã

14 Jan 2011 - 06h14Por

Os policiais militares do 4º Batalhão de Polícia Militar ajudaram o ponta-poranense a ter um ano mais seguro, comparado a 2009. O número de homicídios e tentativas foi 20% menor; de vias de fato, embriaguês e ameaça, 15% e de contrabando, 10%. Houve maior atendimento de ocorrências com aumento de 350% nas prisões por roubo e 130% nas prisões por furto. O trabalho de patrulhamento ostensivo preventivo com apoio da comunidade foi apontado como principal motivo para os bons resultados.

No decorrer de 2009, a sede do 4º BPM atendeu 2.772 ocorrências, contra 2.910 ocorrências registradas no ano passado. Delas, aproximadamente 97% foram solicitadas pelo 190, incluindo mais de 20 ocorrências de socorro e resgate de pessoa com vida, e mais de 80% das prisões realizadas pela PM.

“A população está confiando mais na PM. A aproximação do policial da comunidade e a maior presença dele aumentam a sensação de segurança e, consequentemente, melhoram a relação. Isso é importante porque faz com que as pessoas denunciem mais e nos auxiliem com informações nas ações de captura. Com essa parceria só poderíamos ter alcançado bons resultados”, disse o comandante do 4º BPM, coronel José César de Souza Arar.

O batalhão aumentou a presença nas ruas o que fez subir o número de abordagens para verificação em mais de 58% e de abordagens a veículos em 250%. Somados, patrulhamento ostensivo preventivo e abordagens geraram uma diminuição de mais de 50% nas ocorrências de porte de arma de fogo com apreensão de 30 armas de fogo e 28 armas brancas; na recuperação de 13 veículos de quatro rodas e 19 motocicletas com ocorrência de furto ou roubo.

Outro reflexo foi o aumento nas prisões: 1082 em 2010 sendo 68 apenas no cumprimento de mandado. Os crescimentos mais expressivos, na comparação 2009/2010, foram das prisões por furto com 130% e por roubo, com mais de 350%. Nesses casos, apesar de não ter conseguido evitar, os policiais militares minimizaram os danos, esclareceram os casos e detiveram os autores.

O reforço e a otimização do policiamento com patrulhamento em locais estratégicos ainda resultou na diminuição de aproximadamente 50% nas ocorrências relacionadas a tráfico de drogas ilícitas. Os policiais militares conseguiram tirar de circulação 2.593 kg (dois mil quinhentos e noventa e três quilos) de entorpecentes.

Mais um ponto de destaque foi a total cobertura e presença ostensiva do 4º BPM nos grandes eventos realizados em Ponta Porã como Exporã, Motorcycles e as eleições gerais de 1º e 2º turno.

Trânsito

O trabalho de abordagem e patrulhamento também se estendeu ao trânsito de Ponta Porã. Somente na apreensão de veículos o aumento foi de quase 40%. Em 2009 foram 950 veículos com 711 motocicletas e 287 carros; em 2010, 1328 veículos com 969 motocicletas e 359 carros. Ainda foram feitas no ano passado 1.382 notificações de trânsito “autos de infração”: 1037 (75%) para carros e 345 (25%) para motocicletas.

Mesmo com maior intensificação na fiscalização, visando à prevenção e repressão, os índices no trânsito em Ponta Porã foram negativos. Houve um aumento de 43% no numero de ocorrências comparado com o ano de 2009 e crescimento de 100% nos acidentes relacionadas a motocicletas “queda de moto” e abalroamento. “Diante desse cenário, nós iremos intensificar a fiscalização envolvendo outros órgãos em nível estadual e municipal, mas aproveitamos para fazer um apelo à sociedade para respeitar as leis de trânsito e assim ajudar a evitar inconvenientes”, disse o comandante do 4º BPM.


Demais unidades


Ao todo, o 4º BPM atendeu ano passado 3.600 ocorrências em toda sua área de atuação: 2.910 em Ponta Porã, 222 em Antônio João, 167 em Aral Moreira, 167 na Itamarati, 105 em Sanga Puitã e 29 em Laguna Carapã.


A meta é continuar com o trabalho de patrulhamento ostensivo preventivo, em especial nas áreas consideradas mais críticas pela estatística do batalhão, sempre com o apoio da população, dentro da filosofia do policiamento comunitário, para diminuir ainda mais os índices de criminalidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço
GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar