Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Novos ataques de Israel deixam ao menos 15 mortos no Líbano

15 Jul 2006 - 08h48
Ao menos 15 pessoas morreram em novos ataques realizados por aviões israelenses no sul de Beirute (capital do Líbano), em mais uma ação da ofensiva militar no sul do país.

Ao menos 12 libaneses --entre eles mulheres e crianças-- morreram após um ataque aéreo israelense a um comboio de veículos que deixavam o vilarejo de Marwaheen, no sul do Líbano, perto da fronteira com Israel, informaram os serviços de segurança libaneses. Dois dos veículos foram atingidos pouco depois do meio-dia (6h, em Brasília).

O ataque se seguiu a um aviso dado pelas forças israelenses através de alto-falantes aos moradores de Marwaheen, dizendo que eles deveriam deixar o local. Segundo a agência de notícias Associated Press, os residentes buscaram abrigo em um posto da ONU (Organização das Nações Unidas) em Ghanaian, mas foram barrados --a ONU, no entanto, não confirmou a informação.

Ao menos outros três civis morreram em outro ataque aéreo de Israel contra uma ponte na principal estrada que liga o Líbano à Síria, no vale do Bekaa, leste do país, segundo fontes das forças de segurança ouvidos pela AP.

Cinco foguetes disparados pelo Hizbollah atingiram a cidade de Tiberíades, no norte de Israel, neste sábado, sem deixar feridos. Foi o primeiro ataque com foguetes contra a cidade (que fica a cerca de 35 km ao sul da fronteira com o Líbano) desde 1973.

Aviões israelenses também voltaram a bombardear subúrbios ao sul de Beirute. Ataques realizados nesta sexta-feira (14) destruíram o edifício onde mora o líder do Hizbollah, xeque Hassan Nasrallah --que não estava no local no momento do ataque.

Nasrallah declarou "guerra aberta" contra Israel, em um pronunciamento transmitido pelo canal de TV Al Manar, pouco depois de ter escapado do ataque israelense. "Vocês queriam uma guerra declarada. Vocês terão uma guerra", afirmou. "Vocês escolheram ir à guerra com uma nação (...) que possui capacidade, experiência e coragem."

A última onda de violência entre Líbano e Israel teve início no último dia 12. O grupo terrorista libanês Hizbollah matou oito soldados israelenses e seqüestrou outros dois, em uma ação contra a cidade israelense de Shlomi [fronteira com Líbano]. O Exército de Israel lançou então a maior operação nos últimos 24 anos por terra, mar e ar contra o Líbano.

O Hizbollah --que deseja libertar prisioneiros detidos em Israel-- realiza ataques freqüentes com foguetes na fronteira do sul do Líbano desde 1996, quando Israel realizou uma ofensiva contra o grupo extremista na região, que durou 17 dias.

 

 

Folha Online


Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'