Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Nova presidente do Inep defende 2 provas do Enem ao ano

20 Jan 2011 - 14h30Por veja

Em sintonia com os especialistas da área, a nova presidente do Instituto Nacional de Estudas e Pesquisas Educacionais (Inep) defende que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seja aplicado mais de uma vez ao ano. Em entrevista à Agência Brasil, Malvina Tuttman afirmou que ainda não há decisões, mas já existem estudos avançados sobre o tema.

"Eu estou assumindo o Inep exatamente hoje [quarta-feira], mas estamos estudando todas as possibilidades", disse Malvina. "O Enem começou sendo utilizado como instrumento de acesso por poucas universidades e, em um segundo momento, outras aderiram ao projeto. É preciso sempre acompanhar esse desenvolvimento, mas com pés muito firmes. Devemos ter em mente o que desejamos alcançar – e certamente se deseja mais momentos de aplicação – mas temos que verificar as possibilidades para que isso seja feito com muita seriedade", completou.

A ex-reitora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), assume o Inep, autarquia ligada ao Ministério da Educação (MEC), após a exoneração de Joaquim José Soares Neto, que deixou o cargo após duras críticas durante a aplicação do Enem no ano passado. Mas não foi a primeira vez que o Enem derrubou um presidente do instituto. Em 2009, após o vazamento da prova daquele ano, Reynaldo Fernandes, deixou o comando do Inep.

O Enem não será a única preocupação de Malvina, sinalizou a ex-reitora em entrevista. "O Enem faz parte de um conjunto de importantes realizações do Inep. Mas temos outras ações fundamentais que não podem ser colocadas em segundo plano. O Enem é mais uma ação entre todas que contribuem para a formulação dos indicadores que serão o aporte para as políticas públicas educacionais", afirmou.

Malvina assume a presidência do Inep em meio a um turbilhão provocado por falhas no Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Desde que foram abertas as inscrições, no domingo, os candidatos a uma das 83.125 vagas distribuídas pelo programa têm relatado lentidão no sistema e vazamento de informações. Além disso, corre na justiça uma ação civil pública que pode suspender termporariamente as inscrições no Sisu.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

VICENTINA DE LUTO
Vicentina se despede de Nayara Ferreira, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"
Foto: Redes SociaisORGULHO DO MS
Campo-grandense é a 1ª e única mulher a pilotar o maior avião da FAB
(Reprodução, Câmeras de Segurança, Redes Sociais)DESPEDIDA
Morre adolescente atingido por caminhonete em cruzamento, família pede ajuda para realizar o enterro
FOTO: GEONE BERNARDOFRENTE FRIA CHEGANDO
Prepare o guarda-chuvas: com aproximação de frente fria, confira a previsão do tempo