Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Nova lei dá a militares poder de polícia na fronteira

6 Ago 2010 - 09h58Por Diário MS
As ações de combate às atividades criminosas na fronteira de Mato Grosso do Sul com Paraguai devem ganhar um importante reforço nos próximos dias. A partir de agora, as Forças Armadas terão poder para atuar como polícia nas regiões de fronteira.
Isso porque o plenário do Senado aprovou na quarta-feira um projeto de lei que dá maior poder para as Forças Armadas nas regiões de fronteira e em áreas específicas, como reservas indígenas. O projeto já passou pela Câmara dos Deputados e segue, agora, para sanção presidencial.
A proposta permite que as Forças Armadas façam patrulhamento, revistem de pessoas, veículos, embarcações e aeronaves e efetue prisões em flagrante nas áreas especificadas. Até então, esse tipo de atuação se restringia a apoio logístico às ações da PF (Polícia Federal).
O objetivo é de combater o tráfico de drogas e contrabando de mercadorias. Estas atividades poderão ser realizadas tanto nas fronteiras terrestres quanto nas marítimas. O projeto também retira do presidente da República o poder de indicar comandantes do Exército, da Aeronáutica e da Marinha, e atribui a responsabilidade ao ministro da Defesa.
Na fronteira entre Brasil e Paraguai, a iniciativa é tida como bem-vinda, principalmente porque possibilita a intensificação do patrulhamento no trecho de fronteira seca entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai, local onde há tempos se sabe que os efetivos da PF e demais corporações são insuficientes para cobrir toda a faixa fronteiriça.
Para se ter uma ideia, a fronteira seca é, atualmente, a maior porta de passagem para a entrada de entorpecentes como maconha, crack e cocaína, e armamentos que abastecem as grandes quadrilhas do eixo Rio-São Paulo, todas elas, com “filiais” nas imediações de Pedro Juan Caballero e Capitán Bado, cidades paraguaias que fazem fronteira com MS.
No mês passado, o Chefe do Estado Maior do Exército, General Fernando Sérgio Galvão, esteve no Estado para tratar do processo de reestruturação e modernização das unidades militares do Estado, principalmente na região de fronteira com o Paraguai.
Dentro do processo de modernização do Exército está previsto um grande volume de investimentos ao longo dos próximos anos no Estado. A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, de Dourados, por exemplo, deverá receber ainda neste ano as obras de construção do novo quartel da 14ª Companhia de Comunicação, em Dourados. O prédio vai custar de R$ 5 milhões a R$ 7 milhões e deverá facilitar o desenvolvimento do trabalho de comunicação na região de fronteira, interligando todas as unidades subordinadas a “Brigada Guaicurus”.
Nos últimos anos, a 4ª Brigada tem se consolidado como um importante mecanismo de operações no combate as atividades criminosas na região de fronteira com Paraguai, desenvolvendo um importante trabalho de levantamento e fiscalização das ações criminosas (tráfico de drogas, contrabando e descaminho) características da faixa de fronteiriça com o Paraguai.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia
As imagens mostram que a vítima estava prestes a sair de moto VIOLENCIA NA CIDADE
Homem é flagrado agredindo e tentando atropelar a ex; veja vídeo
Bolsonaro autorizou estudos para a área. PROGRAMA ASSISTENCIAL
Após desistir do Renda Brasil, Bolsonaro autoriza criação de novo programa social
Bolsonaro com Ricardo Barros APREENSÃO
Gaeco cumpre mandado em escritório de Ricardo Barros, lider do governo Bolsonaro na Câmara
presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) AGORA
Maia testa positivo para Covid-19, informa assessoria do deputado
 Joice Pastre, 27 anos, morreu na última sexta-feira (11) GESTO NOBRE
Família doa órgãos de jovem que sofreu aneurisma cerebral