Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

No sufoco, Santos empata e se garante na final do Paulistão

23 Abr 2007 - 04h55

Sem fazer uma exibição brilhante, a equipe do Santos jogou pelo regulamento e ficou em um empate por 0 a 0 com o Bragantino para garantir sua vaga na final do Campeonato Paulista. O grande nome da partida foi o goleiro Fábio Costa, que confirmou a classificação santista.

O gramado muito molhado do Estádio do Morumbi prejudicou à qualidade da partida, principalmente na primeira etapa. A equipe alvinegra encara agora na final o time do São Caetano, que passou pelo São Paulo por 4 a 1, ontem.

Precisando da vitória, o time do Bragantino começou melhor. Logo no primeiro minuto, Antônio Carlos foi enganado pela poça de água. Everton se aproveitou e entrou na cara de Fábio Costa, mas o chute saiu em cima do goleiro.

A equipe santista respondeu no minuto seguinte. Cléber Santana bateu falta com violência. Felipe pulou e não achou nada. A bola passou raspando o travessão.

O Bragantino era mais perigoso no começo do jogo e chegava com frequência ao gol de Fábio Costa. Aos 6min, Júlio César cobrou falta na primeira trave. Adriano desviou de cabeça a bola passou à esquerda do gol.

Aos poucos, o Santos foi melhorando e perdeu grande chance de abrir o marcador aos 24min. Tabata colocou por elevação para Marcos Aurélio. Tiago Vieira acertou o atacante e o árbitro apontou o pênalti. Cléber Santana cobrou com paradinha e mandou na trave direita de Felipe. O próprio jogador pegou o rebote e o árbitro anulou a jogada.

A perda do pênalti fez o Bragantino crescer na partida. Aos 34min, André cobrou bem no canto direito e Fábio Costa espalmou para o lado. Na sobra, Somália chutou mal e jogou pela linha de fundo.

O Santos teve a última chance da primeira etapa. Aos 44min, Cléber Santana recebe boa abertura, dominou e soltou o pé. A bola pegou na rede pelo lado de fora.

A equipe santista começou melhor na segunda etapa. Aos 2min, Rodrigo Tabata chutou bem no ângulo. Felipe pulou e praticou excelente defesa.

A equipe do Santos seguiu melhor. Tabata rolou para Kléber cruzar na medida para Cléber Santana. Cabeçada saiu forte, mas por cima do travessão.

Sabendo que precisava de pelo menos um gol para garantir sua vaga, o Bragantino partiu para o ataque. Aos 28min, Adriano bateu falta bem. Fábio Costa saiu desajeitado e cortou na hora certa.

No final do jogo, a equipe do interior aumentou ainda mais a pressão. Aos 41min, Bill tabelou na área e recebeu na frente. Chute saiu rasteiro e Fábio Costa salvou o Santos. No minuto seguinte, após escanteio, a bola foi desviada na pequena área e tocou no travessão de Fábio Costa.

A última chance do Bragantino aconteceu nos acréscimos. Somália pegou sobra da defesa santista e foi tocado por Zé Roberto. Falta perigosa à favor do Bragantino. André bateu bem por cima da barreira e a bola passou raspando o travessão.

 

Redação Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI