Menu
SADER_FULL
domingo, 9 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

NEC planeja investir R$ 12 milhões no Brasil este ano

31 Ago 2004 - 17h27
A NEC do Brasil pretende investir até R$ 12 milhões em 2004. Os recursos serão utilizados para ampliar o segmento de banda larga --que atende operadoras de telefonia-- e retomar as atividades de desenvolvimento de software no Brasil.

Segundo o presidente da empresa, Paulo Castelo Branco, do total de investimentos, cerca de R$ 2 milhões serão gastos ainda este ano na retomada de um centro de software em São Paulo. A meta é investir entre R$ 3,5 milhões a R$ 4 milhões por ano a partir de 2005.

A intenção da empresa é começar a exportar software produzido no Brasil em breve. "Não sabemos se vai ser possível ainda neste ano, mas esta é uma meta que temos", disse Castelo Branco, durante coletiva para apresentar os resultados deste ano.

No primeiro semestre deste ano, a NEC investiu cerca de R$ 3 milhões. Os R$ 7 milhões restantes serão gastos no desenvolvimento de soluções de banda larga para clientes do setor de telecomunicações, como a Brasil Telecom.

A empresa pretende ainda intensificar a atuação com os clientes do setor corporativo e governamental a partir do que a NEC chamou de "Pull Business". Esse serviço desenvolve soluções personalizadas para a atender a necessidade de cada empresa.

Balanço

Após o prejuízo do ano passado, a NEC divulgou hoje que teve um lucro líquido de R$ 4,8 milhões no primeiro semestre deste ano. A receita líquida somou R$ 130 milhões e a geração de caixa no período atingiu R$ 28,6 milhões.

No primeiro semestre do ano passado, a empresa teve prejuízo líquido de R$ 139,4 milhões. Em junho deste ano, o patrimônio líquido da NEC somava R$ 100 milhões e o caixa da empresa era de R$ 217 milhões.

"O resultado deste ano foi melhor que o esperado. Para o resto do ano acredito que a área de serviços vai continuar tendo desempenho interessante", afirmou Castelo Branco.

Castelo Branco disse ainda que a empresa conseguiu zerar o seu endividamento que, em 2001, somava R$ 1 bilhão, com quase 100% do valor denominado em dólares --cerca de US$ 300 milhões. Esse dívida foi em parte resultado de perdas cambiais.

No ano passado, a NEC pagou R$ 105 milhões em juros. Há três anos, a NEC fechou acordo para amortizar a dívida. O compromisso é pagar R$ 19 milhões ao mês durante quatro anos, dinheiro que continua saindo do caixa da empresa.

 

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Entenda como o Paraguai tem 66 mortes por Covid-19 e o que MS deveria aprender
AUXILIO EMERGENCIAL
Apesar da falta de recursos, governo avalia prorrogar Auxílio Emergencial
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro
FALSIFICAÇÃO
Nota falsa de R$ 200 começa a circular
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BRASIL - 96.326 MORTES
Brasil tem 2.817.473 casos de Covid-19, indica consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
EXPLOSÃO EM BEIRUTE
Libanês se emociona e diz: Parecia uma bomba atômica, que acabou com tudo