Menu
SADER_FULL
terça, 7 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

“Não sou mercadoria e não tenho preço”, diz Zeca em Fátima do Sul

20 Mar 2010 - 14h35Por Washington Lima / Fátima News

O ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos o Zeca do PT esteve na manha deste sábado em Fátima do Sul, participando de ato político reunindo militantes partidários, autoridades e personalidades locais para falar sobre sua pré-candidatura ao Governo do Estado.

 

 

A reunião, que ocorreu na Câmara Municipal de Fátima do Sul, contou ainda com a presença de Geraldi Mamede, presidente do Diretório Municipal do PT; Dona Gilda Gomes, esposa de Zeca; Dagoberto Nogueira, Deputado Federal; Vander Loubert, Deputado Federal; Cabo Almi, Vereador em Campo Grande , Humberto Teixeira Junior, Vereador em Dourados; Dirceu Longui, Vereador em Dourados e do Vereador Ermeson Cleber Mendes, Vereador pelo PT em Fátima do Sul, além dos militantes ligadas ao partido, empresários locais e personalidades da cidade.

 

 

Zeca do PT falou da alegria em estar visitando a região e confirmou seu desejo em disputar o Governo do Estado. “É bom estar aqui para rever os amigos e companheiros. Minha candidatura é irreversível, o PT quer, o Lula quer e eu quero. Sou um homem temente e Deus e afirmo que só Ele é quem pode me impedir de entrar nessa disputa”, disse Zeca.

 

 

Ao comentar sobre possíveis boatos de que ele não disputaria as eleições por possíveis acordos firmados, Zeca foi enfático ao se defender. “Disseram que eu não seria pré-candidato, que eu iria amarelar ou que eu seria comprado. Saibam todos que eu não sou mercadoria, não tenho preço e não estou e venda”, afirmou ele.

 

 

“Essa obsessão em forçar minha retirada do processo eleitoral está perto do fim. Só Deus pode me tirar da disputa e como Deus quer o bem do povo, é improvável a realização do desejo  dos obsecados e medrosos”. Assim o ex-governador Zeca do PT reagiu à proposta defendida por setores do PMDB que ainda acreditam em sua  desistência  do processo eleitoral “  vimos  pesquisas  que indicam que ocorre no MS, o mesmo que ocorre entre Dilma  e Serra, mesmo com toda massificação de mídia, o candidato do PMDB não consegue estancar sua queda”, assegurou o ex-Governador ao revelar  informações de recentes pesquisa de bastidores.

 

 

Para o ex-governador, sua pré-campanha  ganha cada vez mais  corpo e alguns temas já são debatidos nas reuniões ecumênicas, assim chamadas por promover encontros de segmentos políticos e setores da sociedade civil organizada, incluindo empresários. Ainda  segundo Zeca do PT,  o ex-governador, não há caminho de volta em  sua candidatura.

 

 

Entre as propostas que está apresentando nos debates que promove nos municípios, está a idéia de criação do desmembramento da Seprotur em três Pastas – Indústria e Comércio, Turismo, e Agronegócios, separando as políticas de desenvolvimento para o setor urbano e para a área rural. Além de  uma secretaria para atender  os municípios do interior que estão abandonados “A Secretaria do Interior será fundamental para integrarmos os municípios às políticas públicas”, diz.

 

Leia Também

SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança