Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 15 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Na Hungria, Ferrari aposta tudo nos pneus

10 Ago 2004 - 17h56

O GP da Hungria, próxima etapa do Mundial de F-1, será a mais difícil para a Ferrari em todo o ano, segundo analisa Ross Brawn, diretor-técnico da escuderia italiana.

Brawn explica que o time não trará novidades no chassi da F2004, mas confia que os pneus produzidos pela Bridgestone conseguirão manter a hegemonia da Ferrari.

"Os pneus estarão bem melhores do que no ano passado. O chassi será mais ou menos o mesmo até o fim do ano. Estamos ainda fazendo alguns pequenos melhoramentos no motor, mas o aumento mais significativo de performance virá dos pneus", disse Brawn.

A Ferrari teve uma corrida sofrida na Hungria em 2003. Rubens Barrichello quebrou logo no início, após sua suspensão traseira se desintegrar, e Michael Schumacher foi apenas o oitavo, uma volta atrás do vencedor Fernando Alonso, da Renault.

Na ocasião, os pneus Michelin deram um banho sobre os Bridgestone que equipam os carros de Maranello.

 

Terra Esportes

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Instrutor de tiros morre após disparo acidental contra o próprio peito no dia do aniversário
TRUCULENCIA
'Achei que iria morrer sufocada como George Floyd', diz mulher negra que teve pescoço pisado por PM
AUXILIO EMERGENCIAL
Liberados saques e transferências para aprovados no 3º lote
VITIMA DA COVID 19
Cantor morre de covid-19 após sogro e sogra; esposa está em isolamento
CAOS NA SAUDE
MT está perdendo a guerra para o coronavírus; nós subestimamos a doença
TRAGEDIA NO CONDOMÍNIO
Adolescente que matou amiga treina tiro esportiva há 3 anos com o pai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida e pisoteada pelo marido bêbado
CORONAVIRUS AVANÇA
Brasil tem 72.234 mortes por Covid-19, segundo consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
BONITO - DICAS AGÊNCIA
Como fazer Snorkel em Bonito MS, o que ver, o que fazer e o que não!
PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos