Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de outubro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Na estréia de Leão, Timão bate Fluminense e sai da lanterna

17 Ago 2006 - 07h54
Na estréia do técnico Emerson Leão, o Corinthians finalmente deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro ao bater o Fluminense, no Maracanã, por 2 a 1. Com a vitória, o time paulista chegou aos 16 pontos, mesmo número do Santa Cruz, que caiu diante do Grêmio. O Timão, porém, leva vantagem nos critérios de desempate.

O Fluminense, por sua vez, desperdiçou a chance de entrar na zona de classificação à Copa Libertadores de 2007. A equipe permanece na quinta posição com 28 pontos, assim como Santos e Paraná, que têm um jogo a menos.

Leão escalou o Corinthians no esquema 3-6-1, deixando Carlitos Tevez isolado no comando do ataque. O novo treinador também promoveu as voltas dos laterais Eduardo Ratinho e Gustavo Nery, do zagueiro Marinho e do meia Roger, que não vinham sendo utilizados por Geninho.

Já técnico tricolor Josué Teixeira não pôde contar com cinco titulares: o lateral Marcelo convocado para a seleção brasileira, o zagueiro Thiago Silva suspenso e o zagueiro Thiago, o volante Arouca e o meia Juliano suspensos.

O clássico começou eletrizante e logo no primeiro minuto o Fluminense assustou em chute de Petkovic da entrada da área. Mas quem marcou primeiro foi o Corinthians, aos dois minutos, com Carlitos Tevez aproveitando cruzamento rasteiro de Eduardo Ratinho.

Pouco depois, o roteiro foi o mesmo. O Flu assustou aos sete em cabeçada de Tuta, que exigiu ótima defesa de Marcelo, e o Timão foi às redes aos dez, com Marinho completando de cabeça cobrança de falta de Carlos Alberto da direita.

Aos 17 minutos, Gustavo Nery pegou rebote na entrada da área e arriscou de primeira, mas nas mãos de Fernando Henrique. O técnico Josué Teixeira, então, tirou Rissut e colocou Beto, mandando Rogério para a lateral e posicionando o time mais à frente.

O goleiro Marcelo apareceu mais uma vez bem ao defender chute de dentro da área de Cláudio Pitbull, aos 18. Dois minutos depois, Roger desviou cobrança de falta de Petkovic e acertou o pé da trave.

O Timão apresentava uma postura bem diferente em relação aos jogos anteriores, marcando o adversário mais próximo e mostrando determinação em cada disputa de bola. Mesmo assim, não evitou que Tuta sofresse pênalti aos 23 minutos. O próprio atacante converteu e diminuiu a desvantagem carioca.

Aos 27, Jean arriscou de longe e Marcelo defendeu firme. A partir de então, os times tocaram mais a bola e esperavam espaços para encaixar um ataque. O Fluminense voltou a assustar aos 36 minutos, em cruzamento de Jean que Mascherano chegou na hora certa para evitar a cabeçada de Tuta.

No último lance de perigo do primeiro tempo, Carlitos Tevez recebeu na intermediária com liberdade, avançou e bateu cruzado, mas a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo.

Assim como no primeiro tempo, o Fluminense começou pressionando na segunda etapa e Petkovic teve a chance de empatar já aos três minutos, mas cobrou falta na barreira. Pouco depois, novo tiro livre para os cariocas, e desta vez o sérvio mandou por cima do gol de Marcelo.

Melhores no jogo, os donos da casa seguiam apertando, mas encontravam dificuldades para furar o bloqueio corintiano. Aos 20 minutos, nova chance para o Flu. Cláudio Pitbull bateu cruzado pelo lado direito da área e bola tocou na zaga alvinegra, saindo para escanteio.

A essa altura, os dois times mudaram. Josué Teixeira pôs Radamés na vaga de Rogério e Leão trocou Carlos Alberto e Roger por Rafael Moura e Ramón. E o Timão teve a chance de matar o jogo aos 26, com Roger, que recebeu belo passe de Tevez e tropeçou antes da conclusão. Fernando Henrique fez a defesa.

Dois minutos depois, após ótima jogada entre Tevez e Gustavo Nery, o argentino bateu colocado e acertou a trave. Na seqüência, o atacante recebeu com liberdade na área e bateu cruzado para uma bela defesa de Fernando Henrique. No rebote, Rafael Moura evitou o gol de Gustavo Nery.

A situação do Corinthians se complicou aos 33 minutos, quando Paulo Almeida, que já tinha cartão amarelo, fez falta em Petkovic na lateral do meio-de-campo e foi expulso. Aos 35 minutos, Tuta recebeu cruzamento de Radamés sozinho e falhou na cabeçada, desperdiçando a chance do empate.

A quatro minutos do fim, o Fluminense teve sua última chance, novamente com Tuta. O atacante girou bonito na área e bate forte, mas Marcelo fez uma defesa espetacular e salvou o Timão de levar o segundo gol.

 

Gazeta Esportiva

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro