Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Municípios podem corrigir os resultados do Ideb até agosto

23 Jul 2010 - 15h21

Os municípios podem solicitar correções nos resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2009 até o dia 14 de agosto.

O Índice foi publicado no início de julho e as alterações referentes à Taxa de Aprovação, ao desempenho na Prova Brasil/Saeb e ao Ideb devem ser feitas por meio de ofício, com as justificativas que fundamentem a correção.

Para a CNM (Confederação Nacional de Municípios), é importante que os gestores municipais verifiquem os resultados do Ideb de suas escolas e, caso seja necessário, solicitem a alteração das informações.

A entidade esclarece que o índice é utilizado como critério na implementação de políticas públicas educacionais e orientação da distribuição de recursos para a educação de Estados e Municípios.

O ofício deve ser assinado pelo gestor responsável - diretor da escola ou secretário de Educação – e enviado ao Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) por meio de formulário eletrônico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada