Menu
SADER_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Mulher dá à luz sem saber que estava grávida em SP

21 Jun 2007 - 16h18

A desempregada Cláudia Fernanda Maranhão Silva, 27 anos, que não imaginava que estava grávida, deu à luz uma menina no banheiro de casa na manhã de ontem em Ribeirão Preto, a 314 km de São Paulo. Há uma semana, ela teria ido a um posto de saúde próximo de sua casa para fazer exames. Segundo a mulher, o teste de gravidez teria dado resultado negativo.

Assim que a menina de 3,255 kg e 48 cm nasceu, o marido de Cláudia, Moisés Isaias Venâncio, 24 anos, ligou para o hospital. "Eu estava deitado e de repente a Cláudia chegou e me disse que o bebê havia nascido. Levei um susto quando olhei para trás e a vi com a menina no colo. Eu não sabia que minha mulher estava grávida", disse com surpresa.

As duas ainda estão internadas na Maternidade do Complexo Aeroporto (Mater) em estado de observação. De acordo com o hospital, o recém-nascido deu entrada ainda com o cordão umbilical preso à mãe. Cláudia disse que o parto ocorreu sem dor e ambas passam bem. Mãe e filha devem ter alta médica ainda nesta quinta-feira.

O pai, surpreso, quer dar um nome famoso para a menininha: Carolina Ferraz. "É um nome bonito. Ela se parece com a atriz de novela. Vai pegar bem", disse Moisés. Cláudia tem outros três filhos: um menino de 8 anos e duas meninas - de 6 e 4 anos de idade.

O serviço de assistência social da Mater, uma entidade filantrópica mantida pela Fundação Maternidade Sinhá Junqueira e com atendimento de pacientes 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), doou o enxoval à mãe e ao bebê. O marido de Cláudia é pedreiro. Por cada um dos três filhos, Cláudia recebe R$ 95 mensais do Programa Bolsa Família.

O secretário de Saúde de Ribeirão Preto, Osvaldo Cruz Franco, confirma que Cláudia passou sete vezes pelo posto de saúde durante a gestação, porém só foi avaliada duas vezes pelo clínico geral. Todas as vezes, a mãe não teria mencionado a suspeita de gravidez, só queixava-se de inchaço e do problema de pressão. O marido de Cláudia pretende registrar boletim de ocorrência contra a prefeitura.

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus