Menu
SADER_FULL
sexta, 21 de janeiro de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

MSPrev registra mais de 3 mil servidores que não se recadastraram

8 Dez 2009 - 17h37Por Notícias.MS

Em Mato Grosso do Sul, 3.888 servidores aposentados, militares estaduais da reserva remunerada, reformados e pensionistas do Regime Próprio de Previdência Social do Estado de Mato Grosso do Sul (MSPrev) ainda não fizeram o recadastramento. O número representa 24,5% do total de recadastros. 

Ao todo, 15.860 servidores inativos foram convocados a se recadastrarem. O foco da Agência de Previdência Social do Mato Grosso do Sul (Ageprev) é comunicar aos 360 beneficiários que comemoraram aniversário em janeiro a atualizarem imediatamente as informações, sob pena de terem o benefício suspenso no começo de 2010.

Aos beneficiários orienta-se que compareçam a qualquer agência do Banco do Brasil para atualizar suas informações. “O beneficiário, ao se recadastrar, tem a certeza de ter as informações seguras, e evita transtornos na hora de declarar seu Imposto de Renda”, enumera Moacyr Salles, diretor-presidente da Ageprev.

Ele complementa dizendo que, além de manter o recebimento regular do seu benefício, o servidor inativo colabora com a administração estadual. “Com as informações atualizadas, a Ageprev consegue desenvolver um planejamento previdenciário, e eliminar fraudes, de um recurso que é direito dos servidores”, afirma o diretor-presidente.

Na agência bancária, o servidor inativo, ao comparecer, oferece prova de vida, afirmando ao banco e também à administração estadual que continua vivo e pode receber seu benefício. Mais ainda são atualizadas as informações de endereço, contatos telefônicos, documentos (RG, CPF, Título de Eleitor, prontuário) e a situação de dependentes. 

Para a Ageprev, são informados, por exemplo, se inativos casados tornaram-se viúvos, se viúvos contraíram matrimônio novamente, e também se algum beneficiário passou a ser responsável por terceiros com alguma deficiência.

O primeiro prazo para recadastro foi até 31 de outubro, com adiamento até 31 de novembro. Porém, a qualquer momento, os que ainda não puderam se recadastrar podem comparecer a qualquer agência do Banco do Brasil em todo o País.

 

Leia Também

ALARMANTE
Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab ainda tem 916 vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs em SC e RS
BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia