Menu
SADER_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

MSGÁS fornecerá projeto de instalação de rede a clientes

21 Jul 2004 - 16h13
Para aumentar o quantidade de venda do gás natural em Campo Grande a MSGÁS (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul) estará disponibilizando aos potenciais consumidores, condomínios, empresas e prédios comerciais todo o projeto de adaptação das instalações para receber do gás. De acordo com o diretor-presidente da empresa, Maurício Arruda, a partir do dia 15 de agosto uma empresa estará a disposição de quem quiser fazer o levantamento. “Nós estamos colocando este serviço a disposição dos potenciais clientes pois é uma estratégia para vendermos mais gás. Até o dia 28 deste mês o processo de licitação concluído e em 15 de agosto a disposição dos interessados”, ressalta.

“Cada local onde o gás será instalado tem de ser muito bem estudado, pois há prédios muito velhos, onde a utilização do gás pode ser inviável. Já em outros, a implantação vai ser perfeitamente viável”, disse Arruda lembrando que o gás pode ser utilizado em caldeiras, aquecedores e, até mesmo, no fogão da dona de casa. Outros clientes em potencial são os postos de combustíveis.

Arruda lembra que, para um condomínio utilizar o gás natural, não é necessário que haja qualquer equipe de manutenção. “O gás é como a água ou a energia elétrica, que é instalada e depois é só usar. O máximo que pode se fazer é, no caso de condomínios, dar treinamento para a equipe de manutenção que já existe”, destaca.

Ampliação do ramal
Outro projeto que teve ser iniciado dentro de 45 dias é a ampliação da do ramal de gás na área central de Campo Grande. Hoje são 25 quilômetros de tubulação que cortam a cidade, depois da execução do projeto serão mais de 75 quilômetros. A intenção,segundo Arruda, é formar um quadrilátero que se iniciará na avenida Calógeras, seguindo pela avenida Afonso Pena, onde já existe o ramal, a nova tubulação vai ser construída a partir da rua Furnas até a rua Amazonas de onde segue até chegar novamente a avenida Calógeras. O custo total da obra está estimado em R$ 17 milhões e deve ser executado em dois anos, já contando com os prazos de licenciamento ambiental.

“Nesta região do quadrilátero temos mais de quarenta clientes em potencial que já nos procuraram interessados no gás natural. Com a ampliação do ramal a capacidade diária de venda vai para oito milhões de metros cúbicos de gás”, finalizou Arruda.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas