Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

MS vai receber polo industrial da soja de US$ 30 milhões

16 Jul 2004 - 18h00
O governador Zeca do PT recebeu hoje no fim da tarde grupo de empresários coreanos que anunciou investimento de US$ 30 milhões para a implantação de pólo industrial de soja em São Gabriel do Oeste em prazo de três anos. “Esse negócio vai consolidar o agronegócio na região norte do Estado agregando valor a soja, com a fabricação de derivados do produto que ainda não são produzidos em Mato Grosso do Sul, inclusive abrindo oportunidade para a atração de outros empreendimentos”, afirmou o secretário de Produção e Turismo, José Felício que acompanhou a reunião.

Zeca do PT explicou sobre o projeto de integração da América Latina com a criação da rota bioceânia e falou sobre os produtos sul-mato-grossenses que geram grande interesse entre os países orientais, como carne, manganês e minério de ferro. Segundo o assessor especial de diplomacia da Coréia do Sul, Myung Soo Kim, há interesse de empresários coreanos no investimento para agregar valor a minérios da região de Corumbá.

Conforme Irio Molinari, executivo do grupo Kaisen, responsável pela intermediação entre empresários coreanos, a prefeitura de São Gabriel do Oeste e o Governo do Estado, ser[a assinado protocolo de intenções entre as partes envolvidas nas negociações para que seja feita a implantação do pólo industrial de esmagamento de soja, que vai gerar vários subprodutos divididos em duas linhas: a de alimentos e a farmacêutica.

A prefeitura do município dará a infra-estrutura necessária para a construção do pólo, como o terreno de 10 hectares, pavimentação, terraplanagem. “Procuramos o governador para que haja apoio para evitar a burocracia e agilidade na implantação do polo”, afirmou. A expectativa é que sejam gerados inicialmente cerca de mil empregos diretos e o pólo atraia 10 outras fábricas na área farmacêutica e de produtos alimentícios.

“A região de São Gabriel do Oeste deixa de ser produtora primária da soja e se torna um pólo industrial com a expectativa de atração de outras indústrias, o que vai gerar novos postos de trabalho, essenciais para o desenvolvimento do município”, disse o prefeito de São Gabriel, Adão Rolim. A escolha de Mato Grosso do Sul para receber o investimento coreano foi feito principalmente pela infra-estrutura ideal encontrada pelos empresários para o empreendimento, segundo explicou o presidente do grupo Kaisen, Carlos Ishikiriyama. “Encontramos um caminho rápido para fazermos investimentos no Brasil aqui em Mato Grosso do Sul, onde há grande interesse dos governantes pelo bem estar da população”, disse.

A Coréia do Sul tem hoje 44 milhões de habitantes e importa US$ 800 milhões de soja e seus derivados, o que totaliza 1,5 milhão de toneladas. O produto é originário principalmente dos Estados Unidos. O deputado federal, Antonio Carlos Biffi também participa das negociações para a implantação do pólo industrial da soja.
 
 
 
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada