Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

MS tem um prejuízo de R$ 133,4 mi com cheques sem fundos

16 Fev 2011 - 10h44Por Douranews

Dados do Banco Central mostram que a emissão de cheques sem fundos em Mato Grosso do Sul no mês de janeiro apresentou queda de 14% em relação a dezembro de 2010. No total foram emitidos 89.400 cheques sem fundos no primeiro mês de 2011, contra 104.300 no último mês do ano passado.

 

Mesmo com a queda de 18% no valor total da dívida, o número ainda é alto, alcançando R$ 133,4 milhões. Isso significa que o valor médio da folha devolvida foi de R$ 1.492,17 no mês de janeiro. Em dezembro de 2010 a dívida ficou acumulada em R$ 162,8 milhões.

 

Segundo o presidente da Fecomércio/MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), Edison Ferreira de Araújo, os dados apontam que o cheque está saindo de circulação. “Isso mostra que as pessoas estão controlando mais as finanças e, por outro lado, que o cheque está sendo cada vez menos usado como forma de pagamento, substituído pelos cartões de débito e crédito e sistema de crédito das próprias lojas”, avalia.

 

Uma prova disso seria o fato de que o volume total de cheques trocados no Estado também caiu em 14%, de 1,6 milhão a 1,3 milhão, de dezembro para o mês passado, segundo os dados do Banco Central. De acordo com a Fecomércio/MS, outro fator que precisa ser levado em conta é que dezembro é o mês de maior movimentação do ano, em função do Natal.

Para o gerente de uma loja de roupas e calçados em Dourados, Darci Prates Torquetti, a utilização do cartão na hora da compra é o principal fator para a queda no uso de cheques. “O uso do cartão praticamente triplicou. Muita gente deixou de usar o cheque por conta da burocracia.

O cartão é mais prático, mais cômodo e mais rápido”, afirma o gerente, destacando ainda que, para o comerciante, o fator praticidade não é uma vantagem, já que o cliente acaba ficando menos tempo na loja.

 


O levantamento do Banco Central aponta ainda que, nos últimos 12 meses, foram emitidos 1,1 milhão de cheques sem fundos no Estado. O montante soma uma dívida de R$ 1,69 bilhão.

 


No geral, o número de cheques devolvidos em janeiro chegou a 104 mil em Mato Grosso do Sul, 15% a menos do que dezembro de 2010 (122,6 mil). Esse número representa R$ 162,9 milhões em janeiro. Uma queda de 18%, em relação ao último mês do ano anterior (R$ 199,5 milhões).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário