Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
Busca
Brasil

MS recolhe 27% mais embalagens de agrotóxicos em 2004

9 Dez 2004 - 15h19
Mato Grosso do Sul recolheu 27,2% mais embalagens vazias de agrotóxicos entre janeiro e novembro deste ano do que no mesmo período de 2003, passando de 495,3 toneladas para 630 toneladas. Os dados são do InpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).
No Brasil, a marca atingida chega a 13.170 toneladas, índice 91,9% maior que nos onze primeiros meses de 2003.
Responsáveis pelos maiores índices de recolhimento do País, os Estados do Paraná, Mato Grosso e São Paulo devolveram 60,6% do total recolhido no Brasil. Os agricultores destes Estados devolveram, respectivamente, 3.161, 2.842 e 2.304 toneladas de embalagens dos defensivos agrícolas utilizados, aponta o InpEV.
O instituto considera expressiva a evolução no recolhimento dos Estados este ano. Os agricultores catarinenses conseguiram elevar os índices de recolhimento em 266,6% (de 100 para 366,5 toneladas), os mineiros devolveram 250,5% a mais de embalagens em relação a 2003 (de 354,9 para 1.244 toneladas), o Mato Grosso recolheu 98,2% a mais de embalagens (passou de 1.434 para 2.842 toneladas), em São Paulo os índices de recolhimento aumentaram em 93,7% (de 1.189 para 2.304 toneladas) e o Paraná aumentou o volume devolvido em 64,5% (passou de 1.922 para 3.161 toneladas).
Os Estados da Bahia, Mato Grosso e Paraná, que entre janeiro e novembro de 2004 devolveram, respectivamente, 92,6%, 92,1% e 87,9% das embalagens dos agrotóxicos consumidos pela agricultura, aparecem com destaque.
As embalagens recebidas podem ter dois destinos finais: reciclagem ou incineração. Atualmente existem mais de 15 materiais produzidos através da reciclagem destas embalagens, como conduítes, cordas, embalagem para óleo lubrificante, tampas, madeira plástica e barricas de papelão.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo