Menu
SADER_FULL
domingo, 23 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

MS pode ganhar hospitais para tratar dependentes químicos

2 Jun 2010 - 12h59Por MS Notícias

Mato Grosso do Sul poderá ganhar hospitais para o tratamento de dependentes químicos. O líder do PR na Assembleia Legislativa, deputado Antônio Carlos Arroyo, apresentou o projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a implantar e instalar as unidades hospitalares, através da Secretaria Estadual de Saúde.

O desenvolvimento do programa específica de tratamento dos usuários de drogas poderá ser por meio de convênios com entidades públicas e particulares. Pela proposta, o tratamento deverá ser com aplicação terapêutica médica, psicológica, psiquiátrica, com a internação de pacientes e tratamento ambulatorial. O Poder Executivo também poderá firmar convênio com o Ministério da Saúde e receber doações para a implantação das unidades.

"O grave problema dos dependentes químicos tratado por ONGs que estão ocupando, meritótiamente, o papel do estado. É primordial que o poder público se empenhe diretamente e com o profissionalismo que o caso exige, sem conotação de crenças filosóficas, para que o atendimento seja amplo e não seletivo", justifica Arroyo.


Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL E TURISMO
Carnaval: Veja 6 destinos para descansar e contemplar as belezas de MS
VICENTINA - RAÇA NEGRA TÁ VINDO
Em noite de Feira Livre, prefeito surpreende e anuncia Raça Negra para o aniversário de Vicentina
TURISMO NO MS
Descubra a beleza das praias de água doce para curtir o Carnaval em MS
CARNAVAL 2020
Por WhatsApp, Witzel convida Bolsonaro para assistir a desfiles do carnaval no seu camarote
DICAS DE SEGURANÇA
Saia de viagem neste feriado e deixe sua casa segura com as dicas da Polícia Civil
GUGU LIBERATO
Defesa diz que Gugu Liberato deu 500 mil dólares a Rose Miriam e mansão de R$ 6 mi
LUTO NO CINEMA
Morre aos 83 anos José Mojica Marins, o lendário Zé do Caixão
FAMOSIDADES
Pós-parto: Andressa Miranda faz revelações sobre sexo com Thammy Miranda
CONCURSO DO EXERCITO
Concurso Exército: Saiu o edital com 1.100 vagas para nível médio
BOLSONARO
Bolsonaro diz que imprensa poderia ser um partido: ''Ia ficar à esquerda''