Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

MS investe R$ 13 milhões em novo sistema de identificação

10 Jul 2010 - 06h01Por Conjuntura Online

O sistema de identificação civil e criminal do Estado será modernizado através de convênio com a empresa American Banknote.

O investimento de R$ 13.389.300,00 será repassado para a empresa contratada dentro do período de 60 meses relativo ao tempo de vigência do contrato. O recurso corresponde ao valor unitário de 9.500 cédulas de identidade confeccionadas a cada mês em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o coordenador do Instituto de Identificação, perito papiloscopista Celso José de Souza, todo o material empregado para a implantação do novo sistema de coleta e armazenamento de dados civis e criminais de forma totalmente digitalizada será disponibilizado pela empresa vencedora da licitação.

“O material será utilizado no Estado e somente após o primeiro mês de implantação do novo sistema o Estado pagará a primeira parcela da contratação", diz.

Assim, o governo do Estado não aplica nenhum investimento até a completa instalação do sistema adquirido. “E isso sem nenhuma adição de custo para a população que busca o serviço do Instituto de Identificação”, ressalta o coordenador.

Conforme levantamento do Instituto, as 9.500 cédulas de identidade confeccionadas a cada mês equivalem a um custo de R$ 233.155,00. “Toda a arrecadação da cobrança feita para a confecção das identidades é enviado diretamente para o caixa único da Secretaria de Estado de Fazenda”, explica Celso.

A forma de arrecadação continua sendo a mesma, porém agora o Estado passa a pagar as parcelas do convênio correspondente a implantação do sistema Afis (Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais).

O novo sistema vai possibilitar, além da produção gráfica de RGs, também a emissão eletrônica de espelhos de documentos oficiais de identificação em um único ambiente seguro; implanta o sistema de cadastramento civil e criminal para captura ao vivo de assinatura, fotografia e impressões digitais com uso de pesquisa biométrica em 15 postos de atendimento civil on-line distribuídos pelo Estado.

Inicialmente será implantado o novo sistema no posto de identificação central de Campo Grande, nos três Práticos espalhados pela Capital (Guaicurus, General Osório e Aero Rancho) e o restante nas regionais do interior de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada