Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 24 de setembro de 2021
Busca
Brasil

MS é segundo no Brasil em número de queimadas

22 Set 2010 - 10h32Por Diário MS

Mato Grosso do Sul é o segundo no Brasil em número de queimadas, segundo Resumo do Monitoramento de Queimadas por Satélites, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). O relatório levou em conta o período de meia noite do dia 20 de setembro (segunda-feira) até às 13h30 de ontem. Nesse tempo foram registrados 118 focos no Estado.


O campeão nas queimadas é Mato Grosso que chegou a 1.685 focos durante o período de registro do Inpe. O Pará ficou em terceiro no ranking das queimadas com 96 focos.


Segundo os mapas apresentados pelo relatório, o risco de queimadas é maior na região nordeste, sul e sudoeste do Estado.


Com os fortes ventos e o tempo quente e seco o risco de queimadas é iminente. Só ontem, o corpo de Bombeiros atendeu a duas chamadas para combate a incêndio na região de Dourados, até o meio dia.


A orientação é de que a população não coloque fogo em terrenos baldios, matagais e em depósitos de lixo. Em caso de emergência o Corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo telefone 193.

PREVISÃO

Pelo menos até quinta-feira a previsão é de tempo seco e quente, segundo o Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul).


As temperaturas podem chegar aos 40°C, hoje, em Dourados, Ivinhema, Miranda, Porto Murtinho e Rio Brilhante. Já a umidade relativa do ar fica em alerta em todas as regiões do Estado com índices entre 12 e 20%. Há possibilidades de ventos fortes em todo o Centro-Oeste.


A partir de sexta-feira, devido a uma pequena instabilidade, deve ocorrer aumento de nuvens e há previsão de chuva de curta duração com trovoadas em grande parte do Estado, segundo o Cptec/Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos). Mesmo assim as temperaturas continuam na casa dos 35ºC na maioria das cidades. Em Dourados a possibilidade de chuva se estende até o domingo, com 80% de chance de precipitação.

PRIMAVERA

A primavera, estação mais florida do ano, deve ter início no dia 22 de setembro às 23h09, com término no dia 20 de dezembro.


Segundo a climatologia, a primavera destaca-se pela mudança no regime de chuvas e temperaturas na maior parte do Brasil. Em MS, as chuvas passam a ser mais intensas e frequentes, marcando o período de transição entre a estação seca e a estação chuvosa.
As pancadas de chuva ocorrem no final da tarde ou noite, devido ao aumento do calor e da umidade que se intensificam no decorrer desta estação.


Em algumas ocasiões, podem ocorrer descargas elétricas, ventos fortes e queda de granizo. Contudo, aumenta a ocorrência de “complexos convectivos”, que são sistemas que provocam grande quantidade de chuva em períodos relativamente curtos. As temperaturas também devem aumentar, gradativamente, nessa época do ano.


O fenômeno La Niña, sistema oceânico-atmosférico que influencia no volume de chuva, deve permanecer até o início do próximo ano, deixando o volume abaixo da média em MS.
O trimestre (setembro/outubro/novembro) deve permanecer crítico em relação às ocorrências de queimadas no Estado. As temperaturas devem ficar acima da média na região norte do MS, e dentro da média nas demais regiões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada