Menu
SADER_FULL
sábado, 4 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

MS é o 2º maior produtor de carne fresca do País

6 Jul 2010 - 06h15Por Com a TV Morena

Apesar da característica de produção primária e pouca tradição industrial, Mato Grosso do Sul conseguiu, de acordo com a Pesquisa Industrial Anual do IBGE referente a 2008 , a segunda posição na produção de carne fresca e refrigerada, além de participações consideráveis em outras linhas da agroindústria e mineração.

Conforme a pesquisa o país produziu em 2008 cerca de 3.229.251 toneladas de carne de bovinos fresca ou refrigerada. Deste total, Mato Grosso do Sul contribuiu com a produção de 397.137 toneladas, representando 12,3% da produção nacional.

São Paulo lidera, com 21,6% da produção nacional. Mato Grosso do Sul detém também a 5ª maior produção de carne bovina congelada do país.

A PIA 

Produto 2008 reúne informações sobre a linha de produção das empresas industriais do País com 30 ou mais pessoas ocupadas, levantando dados sobre as quantidades produzidas e vendas, além do valor de comercialização dos produtos e serviços industriais.

De acordo com o IBGE, em 2008 foram pesquisadas 45,5 mil unidades industriais, das quais 497 localizadas em Mato Grosso do Sul.

O ranking da produção de carne congelada coloca SP em primeiro, Goiás em segundo e, em terceiro lugar, Mato Grosso, ficando Mato Grosso do Sul atrás de Minas Gerais.

Com uma produção de 278.637 toneladas de carnes de aves congeladas, MS é o 6° no ranking nacional. Em 2008, segundo a Pesquisa Industrial PIA, foram produzidas no país 5.662.353 toneladas de carnes de aves congeladas e miudezas. A participação de MS ficou em 278.637 t (4,9% da produção nacional).

Ainda no setor da agroindústria, MS é o 3º maior produtor de couros ou peles de bovinos curtidos ao cromo. De acordo com a PIA 2008, cerca de 137 empresas do pais declararam ter produzido 150.375.913 m² de couros ou peles de bovinos curtidos ao cromo (wet blue/box call) ou secos (crust).

O ranking da produção de couros em 2008 apresenta SP em 1º, com 40% da produção nacional (60.084.024 m²), Rio Grande do Sul em 2º e MS em terceiro (22.937.596 m² – 15,3% da produção nacional).

Muito embora represente apenas 6,9% da produção de óleo de soja bruto, Mato Grosso do Sul é o 5º maior produtor do país. Mato Grosso é o primeiro no ranking, Em 2008 cerca de 73 indústrias declararam ter produzido 4.898.131 toneladas de óleo de soja bruto, Cinco estados respondem pela produção de cerca de 79,2% do país: MT: 1.022.204 t (20,9% da produção nacional); RS: 874.711 t (17,9%); Goiás: 857.841 t (17,5%); Paraná: 788.671 (16,1%); e Mato Grosso do Sul, com produção de 330.902 toneladas (6,8% da produção nacional.

Em resíduos da extração do óleo de soja, MS tem a 6ª produção nacional. Nesse ítem Mato Grosso também lidera.

De acordo com o levantamento do IBGE, a produção de ferro-gusa em Mato Grosso do Sul no ano de 2008 foi de 533.922 toneladas, que correspondem à 4ª produção nacional.

As indústrias de lavra de minério de ferro concentram nos estados de Minas Gerais, Pará, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, que juntos respondem por 100% da produção nacional - 10.041.079 t.

Mesmo com uma participação de apenas 1,5% da produção industrial de minério de ferro, MS participou com 427.499.070 toneladas de minério de ferro beneficiados (classificados, concentrados, pelotizados, sintetizados) de produção nacional.

Outros produtos da indústria de Mato Grosso do Sul entre os 100 maiores produtos e serviços industriais pesquisados pelo IBGE estão açúcar cristal (9ª produção); biscoito ou bolacha (11ª), massa de concreto (18ª); rações, suplementos vitamínicos ou semelhantes (8ª); refrigerantes (19ª); e álcool (7ª).

Emprego

De acordo com o IBGE, 1.362 unidades locais industriais com cinco ou mais pessoas ocupadas do Estado no Mato Grosso do Sul empregaram aproximadamente 61,3 mil pessoas e auferiram receita de líquida de vendas de R$ 11,5 bilhões.

EM 2008, o valor da transformação industrial , ou seja, a diferença entre o valor bruto da produção industrial e os custos das operações industriais, foi cerca de R$ 3,9 bilhões.

As três atividades industriais com maior participação são: fabricação de produtos alimentícios (54,9%); extração de minerais metálicos (11,5%) e fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (6,0%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÃO MUNICIPAL 2020
Campanha eleitoral de 2020 deve ser proibido comícios e aglomerações
MORTES POR COVI-19
Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de três dias
PREVENÇÃO COVID 19
Giovanna Antonelli viraliza ao mostrar truque para evitar contaminação
FEMINICÍDIO
Marido é preso após matar mulher asfixiada e na fuga causa acidente de carro e deixa 08 feridos
BORA PRA BONITO - MS - REABERTO
Hotel Águas de Bonito reabre com segurança e estrutura proporcionada para o aconchego em Bonito (MS)
BRASIL - 62.045 MORTES
Brasil passa de 62 mil mortes pelo novo coronavírus
COISA MEDONHA
Homem quebra túmulo e é visto dançando com o corpo da avó
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Exército abre seleção com vagas temporárias para MS e salários de até R$ 7,5 mil
FÁTIMA DO SUL - NOSSOS ANJOS DA GUARDA
Guerreiros de Fátima do Sul fazem semana de prevenção contra incêndio, hoje é dia do BOMBEIRO
BRASIL 60 MIL MORTES
Brasil tem 1.456.969 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h