Menu
SADER_FULL
quarta, 21 de abril de 2021
Busca
Brasil

MS contribui com 60% da droga consumida no Brasil

23 Ago 2004 - 07h34
Depois de ter sido apontado pela CPI do Narcotráfico em 2000 como rota de entrada de 60% da droga consumida no País e de abrigar em seu território megaconsórcios de traficantes – entres eles o de Fernandinho Beira-Mar e o da família Morel –, Mato Grosso do Sul acaba de receber mais um título negativo: o de ser a principal porta de entrada do contrabando de cigarro do Paraguai.

“No Brasil, o contrabando e o descaminho têm atualmente quatro portas de entrada – todas na fronteira com o Paraguai. A principal delas está entre as cidades de Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (PAR), que é uma fronteira seca, vulnerável, de 600 quilômetros de extensão”, declara o relator da CPI da Pirataria, deputado Josias Quintal (PMDB-RJ), cujos trabalhos foram concluídos no início deste mês.

 

 

Correio do Estado



Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente