Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

MS busca diversificar relações comerciais com a Alemanha

16 Ago 2004 - 13h29
Além de um tradicional destino para as exportações de Mato Grosso do Sul, o governo do Estado quer ter na Alemanha também um parceiro estratégico na área da ciência e da tecnologia. Atrair investimentos e turistas alemães para as belezas naturais do Estado também é uma prioridade para o governo.

Essas expectativas foram apresentadas pelo vice-governador Egon Krakhecke, que recebeu, na manhã desta segunda-feira, o cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Hubertus Von Morr.

"Temos boas perspectivas de intercâmbio na produção de tecnologias ambientais, como o biodiesel e o tratamento de efluentes, e também de monitoramento do clima e o nosso Estado pretende aproveitar o máximo do potencial que essa cooperação apresenta”, disse o vice-governador.

Acompanhado pela assessora especial de ciência e tecnologia da Seplanct, Sônia Maria Jin, Egon falou sobre projetos em curso no Estado como o centro de monitoramento do clima, o centro tecnológico do couro e do programa estadual do biodiesel.


Turismo - A Alemanha é hoje o principal sócio do Mato Grosso do Sul na Europa. No ano passado, o volume do comércio exterior entre o Estado e o país atingiu US$ 78,7 milhões com um grande superávit para Mato Grosso do Sul (US$ 73 milhões exportados e US$ 5,7 milhões importados).

De janeiro a julho deste ano, o MS já exportou US$ 52,3 milhões e importou dos alemães pouco mais de meio milhão de dólares. Basicamente, os sul-mato-grossenses abastecem o mercado alemão com soja e derivados, minério de ferro e açúcar, ao passo que as importações abrangem maquinário industrial.

De acordo com Von Morr, o desafio agora é diversificar esta pauta comercial. O diplomata aponta o turismo ecológico como um dos mais fortes apelos do Mato Grosso do Sul no exterior. “O Pantanal é mundialmente conhecido e pode atrair investimentos e turistas do meu país”, disse ele.


Missão - A visita de trabalho do cônsul Hubertus Von Morr a Mato Grosso do Sul alterna tons políticos e econômicos. Após a reunião com o vice-governador, o cônsul visitou a Assembléia Legislativa e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O diplomata alemão deve almoçar com lideranças ruralistas da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul).

No período da tarde, sua agenda prevê a visita ao arcebispo de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello, e em seguida tem audiência na Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul).

“Esta é a minha primeira visita a um estado brasileiro desde que assumi o posto em São Paulo há um ano e acredito que temos condições muito favoráveis para ampliar nosso intercâmbio em ciência e tecnologia e no turismo ecológico”, disse o diplomata alemão.

Segundo Von Morr, o próximo passo para estreitar o relacionamento entre MS e Alemanha é a articulação de uma missão de empresários e cientistas alemães ao Estado.

Von Morr veio acompanhado do encarregado para assuntos econômicos do Consulado-Geral de SP, Hans Bonesch.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente