Menu
SADER_FULL
segunda, 8 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

MPF suspeita de mais irregularidades em reforma agrária no MS

1 Nov 2010 - 16h53

O Ministério Público Federal (MPF), suspeita de mais irregularidades no processo de reforma agrária em Mato Grosso do Sul. Recentemente, servidores do Incra foram afastados e presos, sob suspeita de fraudes na distribuição de lotes em assentamentos rurais.

Desde março deste ano o Assentamento Santo Antônio, que fica em Itaquiraí, a 412 quilômetros de Campo Grande, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal.

O trabalho desencadeou em agosto a Operação Tellus. Na ocasião, 20 pessoas foram indiciadas, acusadas de participação na distribuição de lotes de forma irregular, venda de lotes, manipulação de concorrência e recebimento de propina.

O processo está agora na Justiça, mas o procurador Marco Antônio Delfino continua as investigações em outros lotes que estão em assentamentos da região Sul do estado. “Há indícios de que algo em torno de mil lotes no Sul do estado, apenas nos últimos dois anos, também seriam irregulares. Esses lotes também serão verificados e os ocupantes poderão ser responsabilizados tanto criminal quanto civilmente”, disse.

Nos escritórios do Incra, doze funcionários foram afastados temporariamente. Nove chegaram a ser presos, mas foram liberados. A Justiça federal entendeu que por não terem antecedentes criminais eles poderiam ser soltos depois do pagamento de fiança.

O então superintendente do instituto no estado, Valdir Cipriano do Nascimento, foi exonerado. Agora, o Ministério Público Federal quer que os servidores acusados de envolvimento nas fraudes sejam afastados definitivamente até o fim do processo.

Manuel Furtado Neves, que assumiu a superintendência do Incra em Mato Grosso do Sul depois da operação da Polícia Federal, disse que prioridade neste momento é manter o funcionamento do instituto.

“O Incra está verificando todos os pontos e fazendo o levantamento devido para verificar as inconsistências e retornar ao ritmo normal”, explicou Neves.

O atual superintendente do Incra em Mato Grosso do Sul, Manuel Furtado Neves, assumiu o cargo no início de setembro.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias