Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
Brasil

MP pede multa para Lula e Dilma por campanha antecipada

21 Mai 2010 - 16h02Por Agência Estado

O MP (Ministério Público Eleitoral) entrou com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, por prática de campanha eleitoral antecipada.

Na ação, protocolada ontem (20), o MPE pede a aplicação de multa no valor de R$ 25 mil.

O Ministério Público também incluiu na ação o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o presidente da Petrobras Transporte S.A (Transpetro), José Sérgio de Oliveira Machado, e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, Alberto Alves dos Santos.

A campanha eleitoral antecipada teria ocorrido durante a solenidade de lançamento do primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro, realizada em Ipojuca (PE) no dia 7 deste mês.

Para o MPE, a própria idealização do evento configura ato de campanha eleitoral antecipada, que estaria confirmada nos discursos feitos na cerimônia, que defendiam a continuidade do governo Lula, mesmo não mencionando explicitamente as eleições de 2010 ou a candidatura de Dilma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas