Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 18 de julho de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Mortes no trânsito caem 6,2% após lei seca, diz ministro

19 Jun 2010 - 10h20Por Folha Online
O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira que o número de mortes em decorrência de acidentes de trânsito caiu 6,2% nos 12 meses seguintes à implementação da lei seca, que aumentou a restrição ao consumo de álcool para motoristas. A lei completa dois anos em vigor neste domingo (20), mas as informações sobre o segundo ano ainda não estão disponíveis --o ministério utiliza como base atestados de óbitos remetidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Nos dozes meses anteriores à entrada em vigor da lei, de julho de 2007 a junho de 2008, o número de mortes chegou a 37.161 no país. Já nos doze meses seguintes, de julho de 2008 a junho de 2009, o total foi de 34.859. Isso significa que, em todo o país, foram registradas 2.302 mortes a menos após a implementação da lei.

Regionalmente, porém, os resultados obtidos foram bastante diversos. O Sudeste, com melhor desempenho, teve queda de 10,6% nas mortes, seguido pelo Sul (-7,5%), pelo Nordeste (-2,8%) e pelo Centro-Oeste (-0,3%). Já o Norte registrou aumento de 2,6% no número de vítimas fatais do trânsito.

O bom resultado no Sudeste é explicado principalmente pelo Rio de Janeiro. As mortes registradas nesse Estado caíram 32% no período. Espírito Santo (-18,6%), Alagoas (-15,8%), Distrito Federal (-15,1%) e Santa Catarina (-11,2%) completam a lista das cinco maiores reduções. Já São Paulo, que tem a maior frota do país, teve queda de 6,5%.

Como a população cresceu no período, a redução na taxa de mortalidade (número de mortes por 100 mil habitantes) foi ainda maior. No Brasil, a taxa passou de 18,7 para 17,3, uma redução de -7,4%. No Rio, mais uma vez o Estado com melhor resultado, passou de 12,7 para 8,5, o que representa uma queda de 32,5%. Já em São Paulo, a queda foi de 7%, próxima da média nacional. Nesse Estado, o risco de morrer em acidente de trânsito era de 17,2 por 100 mil antes da lei seca e passou para 16 nos 12 meses seguintes a lei.

O Ministério da Saúde também divulgou dados de uma pesquisa telefônica feita anualmente com 54 mil pessoas e que mostra que, com a implementação da lei seca, diminuiu a parcela que dirige após consumo abusivo de álcool. Em 2007, 2,1% dos entrevistados afirmaram dirigido após beber nos 30 dias anteriores à pesquisa. No ano em que a legislação tornou-se mais rigorosa, esse percentual caiu para 1,4%. Em 2009, porém, já foi registrada uma pequena alta, para 1,7%.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

unsplash.com/pt-br/fotografias PORTO ALEGRE = RS
Explore Porto Alegre: A Capital Gaúcha
Evento
Veja as 3 Galerias de fotos do público e shows de Ana Castela e DJ Kevin em Jateí-MS!
Vem aí o Fátima Fest 2024, com rodeio, parque, fogueira ecológica e shows nacionais em Fátima do Sul
Jatei-MS
Entrevistas com o Prefeito Eraldo Jorge Leite e o Presidente da Câmara e Vereador Tiquinho em Jateí
Evento
Veja as 3 galerias do dia 29-06 na premiação da Prova dos Três Tambores, Queima da Fogueira e Shows

Mais Lidas

Fotos: Dhione Tito / Fátima NewsFÁTIMA DO SUL - FOTOS CORRIDA DO FOGO
Veja as 11 galerias de FOTOS da 3ª Corrida do Fogo na Orla em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Cleonice da Costa, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Regina Maria Bezerra, Pax Oliveira informa o velório e sepultamento
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Confira as OFERTAS desta quarta e quinta do Jorge Mercado Atacarejo em Fátima do Sul
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"