Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Morte de modelo brasileira é destaque na imprensa mundial

17 Nov 2006 - 10h54
A morte da modelo brasileira Ana Carolina Reston, 21 anos, por complicações decorrentes de uma anorexia nervosa, é destaque de vários jornais europeus e americanos. Segundo o jornal britânico The Independent, a morte "deve causar nova auto-análise nos principais centros da moda no mundo".

O jornal lembra que o debate sobre a magreza excessiva das modelos foi esquentado em agosto, quando outra modelo latina, a uruguaia Luisel Ramos, morreu de insuficiência cardíaca após passar semanas praticamente sem comer.

"A indústria (da moda) se vê acusada de não apenas negligenciar a saúde das modelos, mas de, através delas, encorajar jovens mulheres a levarem dietas para perder peso a extremos perigosos", disse o jornal.

"As meninas brasileiras, inspiradas pelo sucesso internacional de algumas de suas conterrâneas, como Gisele Bündchen e Adriana Lima, podem estar particularmente suscetíveis ao apelo do mundo da moda."

'Tamanho zero'
Ainda na Grã-Bretanha, o The Times repercute a morte da modelo, dizendo que "várias figuras importantes da moda vêm pedindo para que a indústria pare de empregar modelos 'tamanho zero'". O tamanho é equivalente ao 32 no Brasil.

Segundo o jornal, "Achilleas Constantinou, um importante membro do Conselho Britânico da Moda, foi um dos primeiros a pedir uma proibição".

Mas a idéia de uma proibição geral desagrada outras figuras de destaque do mundo da moda, diz o Times. O jornal cita a declaração de um porta-voz da marca Chanel, de que "a anorexia é um problema social". "As pessoas não deveriam criar uma controvérsia falsa. O mundo da moda não é responsável pela anorexia."

O diário The Daily Telegraph diz que a morte de Reston acontece "em meio a temores de que estilistas ainda estejam usando modelos 'tamanho zero' que sofrem de anorexia apesar dos apelos para que sejam banidas por encorajar distúrbios alimentares em jovens mulheres".

Na Espanha, o El País diz que a morte de Reston "reanimou as críticas contra o uso de modelos extremamente magras em desfiles de moda".

O jornal americano The New York Post também repercute o assunto dizendo que "uma modelo brasileira bela, mas obcecada por peso, que trabalhou para algumas das melhores agências nova-iorquinas, se matou de fome".

No The New York Times, uma nota destaca "o apelo emocionado feito pela mãe da modelo para que os pais cuidem melhor de jovens modelos iniciantes".

 

 

BBC Brasil

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro