Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 1 de dezembro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Morre Orlando Peçanha, campeão mundial em 1958

11 Fev 2010 - 05h15Por Redação Terra

Orlando Peçanha, que formou a dupla de zaga campeã do mundo em 1958, morreu na tarde desta quarta-feira, no Rio de Janeiro, com 74 anos. A informação foi confirmada pelo site oficial da CBF. Ele foi considerado um dos maiores zagueiros da história do futebol brasileiro por sua força física, aplicação e capacidade de antecipação.

Orlando começou sua carreira no Vasco, em 1955, e pouco depois da Copa transferiu-se para o Boca Juniors, da Argentina, onde jogou de 60 a 64. Lá, conquistou dois títulos nacionais e ganhou o apelido de "Senhor do Futebol". Voltou depois para defender o Santos e encerrar a carreira no próprio Vasco.

Ele também foi vice-campeão sul-americano em 59, quando o Brasil terminou a campanha invicto, perdendo o título com um empate na partida final contra a Argentina. Participou ao todo de 34 partidas pela Seleção, disputando também a Copa de 1966. Orlando era presidente da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol.

Leia Também

DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça