Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Moka reage com indignação a falsa atribuição de discurso

3 Set 2004 - 17h39
O presidente regional do PMDB, deputado federal Waldemir Moka, reagiu com indignação à afirmação a ele atribuídas de que os votos do atual prefeito de Bonito, Geraldo Marques, são de "Porcos sem raça". Moka lembra que nunca fez discurso agressivo em sua carreira política.

"Eu disse que o PT protemeteu gerar 10 milhões de emprego, prometeu duplicar o salário mínimo. Quen prometeu um salário mínimo do tamanho do João Grandão e deram menor do que o professor Biffi", contou Moka. "Isso não é agressivo", emendou.

Informa que também disse em Bonito que o PT faz muito barulho, muita gritaria e "é igual a “tosa de porco: muito grito e pouco pelo", o que não tem nada a ver com criticar eleitores que teriam optado pela candidatura de Marques.

"Agora xingar é outra história. Quando fiz o discurso todo mundo riu, foi uma sátira, ironizando, mas jamais querendo ofender alguém", garantiu o deputado peemedebista.
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul