Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Ministro recomenda veto a FGTS para trabalhador doméstico

6 Jul 2006 - 17h55

O ministro Paulo Bernardo (Planejamento) disse que é contra o projeto do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para os trabalhadores domésticos. Bernardo disse que também recomenda veto ao aumento de 16,67% aos aposentados e pensionistas.

Sobre o FGTS das domésticas, Bernardo disse que a lei vai provocar um efeito contrário ao que era o objetivo do governo porque vai aumentar a informalidade.

No caso do reajuste dos aposentados e pensionistas que recebam mais que um salários mínimo por mês de benefício, Bernardo disse que o reajuste de 16,67% também deve ser vetado porque não há Orçamento previsto para essa alta e que o aumento de 5% fechado em acordo entre governo e centrais sindicais já é superior à inflação do período.

Bernardo disse ainda que, se depender da sua posição, a recomendação do Ministério do Planejamento será de que o governo Lula deverá vetar a obrigatoriedade do FGTS para as empregadas domésticas "mesmo levando em consideração as implicações políticas".

O governo pretende buscar o apoio das entidades que representam empregadores e trabalhadores domésticos para vetar a obrigatoriedade do pagamento do FGTS, conforme prevê a medida provisória aprovada pelo Congresso Nacional.

A obrigatoriedade também foi criticada pelo ministro Luiz Marinho (Trabalho). O governo acredita que a aprovação da medida pelo Congresso tem como objetivo criar um desgaste político com o veto. O governo ainda tem 20 dias para decidir se irá vetar ou não o texto.

A obrigatoriedade do pagamento de FGTS e de multa de 40% em caso de demissão sem justa causa foi incluída pelo Congresso em uma medida provisória que tinha como objetivo justamente desonerar os empregadores e estimular a formalização dos empregados domésticos.

Com a MP, o governo pretendia conceder isenção no Imposto de Renda dos gastos do patrão com a contribuição previdenciária sobre o salário mínimo de um empregado doméstico. Mas o Congresso acabou ampliando as vantagens aos empregados, e onerando os empregadores.

 

 

Folha Online

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro
AUXILIO EMERGENCIAL
Presidente está de acordo a prorrogação do auxílio emergencial
TRAGICO ACIDENTE
Menino de 9 anos morre enforcado com corda de balanço