Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Ministro Humberto Costa ameaça planos de saúde

20 Jul 2004 - 08h55
 

O ministro da Saúde, Humberto Costa prometeu hoje ir "até às últimas conseqüências" e "enfrentar as operadoras de planos de saúde até onde for necessário" para garantir o reajuste anual de 11,75% - determinado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) para os planos novos (a partir de janeiro de 1999).

Ele disse este reajuste poderá ser adotado na maioria dos contratos antigos, pois muitos baseiam os aumentos em índices que não são claros ou não existem mais, e porque não houve inflação anual superior aos 11,75%. Para os contrato anteriores a 99, as empresas pedem um reajuste de 85%.

Ele informou que o Ministério entrará na Justiça para derrubar a liminar da Justiça Federal que suspendeu o programa de adaptação e migração dos planos de saúde e repensar o programa. O ministro afirmou poderá discutir um novo programa de migração com a ANS, operadoras e entidades de defesa do consumidor.

Costa defende a migração e acredita que as seguradoras não têm interesse que os usuários de planos antigos migrem porque teriam que passar a pagar procedimentos que hoje são bancados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a exemplo de transplantes, hemodiálise e cirurgia cardíaca. Para ele, as seguradoras de saúde não estão apostando no País, são gananciosas. "Se tiverem paciência seu negócio será retomado", disse.


Agência Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada