Menu
SADER_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ministro do TSE suspende propaganda do PSDB na televisão

19 Jun 2010 - 05h11Por G1

O corregedor-geral eleitoral, Aldir Passarinho Junior, suspendeu nesta sexta-feira (18) inserções do PSDB que seriam exibidas na televisão nos dias 22, 26 e 29 de junho. A decisão liminar é uma resposta à representação em que o PT acusa a legenda de antecipar campanha na propaganda partidária veiculada na última terça-feira (15). O PSDB pode recorrer da decisão do corregedor. O G1 entrou em contato com o advogado do PSDB, Eduardo Alckmin, e aguarda retorno.

Na representação, o PT afirma que o espaço de propaganda eleitoral foi usado para divulgar a imagem do candidato tucano à Presidência da República, José Serra, e “claramente no intuito de alavancar sua popularidade eleitoral”. A sigla pediu a cassação do direito de transmissões de inserções e aplicação de multa ao candidato e ao partido.

O corregedor eleitoral entendeu que nas inserções divulgadas pelo PSDB não se observa difusão de programas partidários, transmissão de mensagem aos filiados sobre sua execução, mas sim “a apresentação de manifestações pessoais do filiado”. Segundo o ministro, isso se confirma por expressões ditas por Serra durante a propaganda. O corregedor-geral eleitoral permitiu ainda que a legenda substitua o conteúdo suspenso por outra inserção que esteja de acordo com a lei eleitoral.

“Esse é o meu jeito, como eu sempre fiz. Do fundo do meu coração: é nisso que eu acredito. Vamos juntos melhorar a saúde do nosso país”, disse Serra, segundo trechos citados na decisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários