Menu
SADER_FULL
quinta, 2 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ministro da pesca estará em Itaporã no próximo dia 18 de junho

15 Jun 2010 - 10h13Por Assessoria

Participando efetivamente da campanha estadual “Mês do Pescador e da sustentabilidade Ambiental” o ministro da pesca Altemir Gregolin estará no próximo dia 18 de junho sexta feira em Itaporã, onde acontecerá de um grande evento que reunirá centenas de pescadores no distrito de Santa Terezinha (leia-se Sitio São Bernardo) às margens do rio Brilhante.

 

No mês de junho a Federação dos Pescadores Profissionais Artesanais do Estado de Mato Grosso do Sul, a Superintendência do Ministério da Pesca e Aquicultura no Mato Grosso do Sul, Colônias e Associações de Pescadores Profissionais, ONG Ecoa – Ecologia e Ação, Ibama MS e Polícia Militar Ambiental, realizam uma campanha intitulada “Mês do Pescador e da Sustentabilidade ambiental – o pescador profissional artesanal cuidando dos nossos rios”, com o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre necessidade de cuidar dos rios do nosso Estado.

 

Estas instituições e organizações que trabalham diretamente com a pesca no Mato Grosso do Sul, estão preparando uma grande ação que será realizada do dia mundial do Meio Ambiente (05 de junho) até o dia do Pescador (29 de junho). Em Itaporã como em outros municípios que compõem a Colônia Z-10, serão organizadas gincanas de recolhimento do lixo nos rios e suas margens onde há um número significativo de pescadores. Em nível estadual a campanha começará em Coxim e será encerrada em Corumbá e Ladário.

 

Em cada local definido os realizadores, junto com a Colônia de Pescadores e a Prefeitura Municipal, organizarão uma gincana entre os pescadores profissionais artesanais, na qual os participantes vão recolher o máximo de lixo nos rios e margens. Os materiais coletados receberão a destinação mais adequada ambientalmente no âmbito local.

 

Centenas de autoridades entre elas o prefeito Marcos Pacco, pescadores, ribeirinhos e produtores estarão presentes a este evento que tem a coordenação da colônia Z-10.

 

Colônia Z-10

A Colônia de pescadores Z10 faz parte da cadeia produtiva na região, e pretende implantar uma sede em Itaporã para fortalecer a entidade que conta num total com 836 membros na região, sendo 163 residentes no município de Itaporã.  

O prefeito Marcos Pacco disse que a idéia de fomentar este segmento produtivo é muito importante para o município 

No final do ano que passou técnicos do ministério da pesca reiteraram a existência de investimentos do governo federal em R$ 20 milhões, para a expansão da cadeia produtiva do peixe na região da Grande Dourados. A equipe interministerial enfatizou que o governo define a piscicultura como atividade prioritária para o desenvolvimento econômico e social de 12 municípios da nossa região.

O Território da Cidadania é desenvolvido pela União em parceria com os governos estaduais, municípios e a sociedade civil. A atuação integrada visa assegurar maior alcance às políticas públicas desenvolvidas em regiões que precisam de maior eficácia de ações como assistência técnica e infra-estrutura para a agricultura familiar e assentamentos rurais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2020
Câmara dos Deputados aprova em primeiro turno adiamento das eleições municipais de 2020
100 INTERMEDIÁRIO
Venda direta de etanol das usinas para postos pode aumentar concorrência, diz Bolsonaro
CICLONE BOMBA NO BRASIL
CICLONE BOMBA: Sobe para 10 o número de mortos no Sul do país, VEJA OS ESTRAGOS
FURIA DA NATUREZA
Ao menos nove pessoas morreram devido a ciclone que atingiu Região Sul
NOTÍCIA BOA - BORA COMPARTILHAR
Teste de vacina de COVID-19 funciona e Pfizer pode produzir 1 bi de doses
FÁTIMA DO SUL - INAUGURADO
Fátima do Sul é a escolhida para a 4ª Unidade do Posto Alvorada que comemora 20 anos de sucesso
COVID-19
Brasil tem 1.409.693 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
TORMENTA
Tempestade e ventos fortes causam destruição em cidade: “Parece filme de terror”
DIDI
Renato Aragão deixa a Globo, após 44 anos
+ 1.200 REAIS
Governo vai aceitar pagar mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial