Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 7 de abril de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ministério da Saúde vai intervir em plano de saúde

13 Jul 2004 - 07h00
O Ministério da Saúde não vai permitir abusos nos reajustes anuais das operadoras de planos de saúde. O anúncio foi feito hoje pelo Ministro da Saúde, Humberto Costa, durante entrevista coletiva no Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, na capital pernambucana.

De acordo com o ministro Humberto Costa, a operadora que infringir a lei poderá ser autuada, multada em valores que variam de R$ 50 mil a R$ 1 milhão ou até sofrer intervenção técnica e fiscal. “Se estes reajustes não estão na previsão dos contratos ou retroagirem no tempo para antes de 2003, o governo vai intervir, inclusive com medidas judiciais para evitar que as pessoas sejam prejudicadas com ações ilegais”, destacou.

Caso os contratos anteriores a 1998 não definirem claramente o índice de reajuste anual, a Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) entende que o percentual a ser aplicado é de 11,75%. O ministro recomendou aos usuários que receberem cobranças com percentuais indevidos a procurar a ANS por meio do telefone 0800 70 196 56.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
Mais 3 novos casos positivos para COVID-19 é confirmado em cidade de MS
CORONAVÍRUS EM SP
SP tem número recorde de mortes por coronavírus em um dia, Veja dados desta terça-feira
AUXILIO DOENÇA
INSS antecipa pagamento de um salário mínimo de auxílio-doença
CORONAVIRUS
Festa de aniversário espalha virus em uma familia e mata 3 pessoas
AUXILIO EMERGENCIAL
Aplicativo para receber auxílio emergencial já está no ar. Veja como se cadastrar e receber R$ 600
DOURADOS - NA POLONIO IMÓVEIS
Cirurgião Plástico fala sobre os motivos que o levaram a optar pelo Dourados Medical Center
FAMOSIDADES
Sasha e João Figueiredo estão juntos desde 2019: Ela vai a cultos com ele
SITE AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa disponibiliza site para cadastrar e tentar receber o auxílio emergencial quando disponivel
SOS EMPRESAS
Crédito para folha de pagamento já está disponível nos bancos
BRASIL - 513 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 6 de abril