Menu
SADER_FULL
sexta, 23 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Ministério da Justiça instala Território da Paz em Curitiba

18 Jun 2010 - 07h01Por Agência Brasil

Curitiba - O município de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, passa a partir de hoje (17) a ser um Território de Paz. É a primeira das oito cidades da região, que serão beneficiadas pelas ações do Programa Nacional de Segurança Pública (Pronasci), do Ministério da Justiça.

Serão implantados doze programas de ação social, com o objetivo de reduzir o índice de violência no município, que integra a lista dos 100 mais violentos do país, com 40 casos de homicídios por cada grupo de 100 mil habitantes.

Durante a solenidade de lançamento, o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, anunciou a liberação de R$ 54 milhões em projetos nos oito municípios que irão participar do programa. Desse total, R$ 7 milhões serão aplicados em São José dos Pinhais. “O que pretendemos é reconquistar territórios que foram atingidos pela violência, criminalidade e a melhor maneira de fazer isso é com prevenção, com toda a comunidade envolvida na busca de soluções” disse o ministro, citando exemplos onde o programa já gerou resultados.

“Em Santo Amaro, no Recife conseguimos reduzir em 70% o total de homicídios, e o mesmo aconteceu em Salvador. No Rio de Janeiro estamos transformando a realidade de localidades como a comunidade Dona Marta”.

Segundo o ministro, todas as ações do Território da Paz que atualmente estão sendo desenvolvidas em 13 estados podem ser definidas como uma junção de atitudes idealizadas “com inteligência e estratégia, num esforço conjunto entre os governos federal, estadual e municípios, mas principalmente com o envolvimento da população, que conhece a realidade do bairro que mora” .

Barreto lembrou que o ministério conta com um orçamento anual para o Pronasci de R$ 1,4 bilhão, recursos que vêm sendo aplicados em políticas sociais transformadoras de segurança pública.

O ministro detalhou como será o programa no Paraná, que já tem ações do Pronasci sendo desenvolvidas desde 2008. “Serão beneficiados, imediatamente, 240 jovens no Protejo (Proteção de Jovens em Território Vulnerável). São jovens  de 15 a 24 anos que ficarão longe da violência, que vão se envolver com atividades culturais, esportivas e educacionais e ainda receber um auxílio mensal de R$ 100”, disse o ministro.

Serão formadas 150 Mulheres da Paz, que atuarão na prevenção da violência e vão estimular os jovens a participar dos programas do governo federal, recebendo como incentivo uma bolsa mensal de R$ 190.

Além do  policiamento comunitário, da criação do Núcleo de Justiça Comunitário que prestará informações à população sobre seus direitos, serão feitos nos oito municípios da região metropolitana paranaense, projetos de esporte e lazer, Economia Solidária, Pintando a Cidadania, Praça da Juventude, Pontos de Memória, Projeto Aprender e Escola Participativa.
 

 



Deixe seu Comentário

Leia Também

SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos